sexta-feira, 12 de agosto de 2022

Produção de soja cresce no Ceará e já abastece a avicultura

Para atender toda a demanda dos avicultores, a área plantada, que hoje é de 4 mil hectares, precisará alcançar 50 mil hectares.

Apostando no avanço da produção do grão em solo cearense, o grupo Tijuca Alimentos, liderado pelo empresário Everardo Vasconcelos, comprou, neste ano, mais de 150 mil sacos de soja produzida nos municípios de Ibiapina, na Chapada da Ibiapaba, no Noroeste do Estado, e Limoeiro do Norte, Tabuleiro do Norte e Quixeré, na Chapada do Apodi, na região Leste. Outras empresas avícolas do Ceará fizeram o mesmo.

Marden Alencar Vasconcelos, responsável pelas operações da Tijuca e vice-presidente da Associação Cearense de Avicultura (Aceav), diz à coluna que um terço da soja foi adquirida em Ibiapina e os outros dois terços foram comprados de produtores do Apodi.

A soja em grão, depois, digamos assim, de “cozinhada” para a eliminação das toxinas, é transformada em farelo e óleo, entrando na composição da ração que alimenta as aves, sem, porém, substituir o milho, principal insumo do setor.

A produção de soja em solo cearense tem sido muito celebrada pelos avicultores, pois reduz os custos da atividade, que, no Ceará, seguem em aclive e na velocidade do frevo.

Mas, para que seja atendida toda a demanda da avicultura estadual cearense, a produção de soja teria de ocupar uma área de 50 mil hectares – ou seja, 46 mil hectares a mais do que a área cultivada agora.

Diante dessa perspectiva de mercado garantido, os produtores de soja no Ceará já dão os primeiros sinais de que ampliarão seus investimentos para atender à demanda da avicultura.

O plantel cearense de aves tem números que impressionam.

Marden revela que o Ceará tem hoje – entre poedeiras e frangos de corte – 21 milhões de aves alojadas. Essa população avícola consome, por dia, 2.100 toneladas de ração. A soja representa 20% da ração; o milho, 60%.

Um detalhe que o sócio e diretor da Tijuca Alimentos faz questão de ressaltar: a soja produzida no Ceará já garante um mês do consumo do setor. Ele acrescenta:

“Se levarmos em conta que, até um dia desses, o Ceará não produzia soja, essa produção, que segue crescendo no Apodi e na Ibiapaba, pode ser vista como uma revolução benfazeja. Estamos torcendo para que a mesma coisa aconteça com o milho”, conclui Marden Vasconcelos.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Notícias Relacionadas

Revista AviSite

NOSSOS PARCEIROS

Notícias Relacionadas

Últimas Notícias

Últimas Notícias



Busca por palavra chave ou data

Selecione a Data

Busca por palavra chave ou data

POR DATA:
OvoSite
SuiSite

Revista AviSite

CONFIRA OS DESTAQUES DA NOSSA ULTIMA EDIÇÃO

destaque-06

FACTA WPSA-Brasil 2022

Temas como sustentabilidade, gestão de pessoas para melhorar o desempenho das aves, otimização de custo e seu impacto fizeram parte da agenda do evento. Página 84.

destaque-02

A evolução da seleção genética de frangos de corte

O melhoramento genético de frangos de corte teve início no fim da primeira metade do século passado, por meio de um processo de seleção simples, sem muita tecnologia. Página 44.

destaque-04

Sistema de Gestão e Mobilidade à frente da Agroindústria 4.0

Com a evolução e mobilidade dos dados, o cliente hoje pode estar em qualquer lugar e ter acesso às informações que estão sendo geradas para ele, uma vez que todas as pontas do processo possuem tecnologia em dispositivos móveis. Página 26.

destaque-05

Ferraz Parts: surge uma nova forma de produção de matrizes e capas de rolos para peletizadoras

Um novo setor, a mesma filosofia que consagrou a Ferraz Máquinas como a maior fabricante de equipamentos para rações animais do Brasil. Página 24.

destaque-07

Simpósio OvoSite aborda inovações na produção de ovos

O Simpósio OvoSite irá levantar as tendências para a comercialização no mercado interno e nas exportações para o setor. Página 88.

frango (93)

Com crescimento nas exportações de carne de frango, Brasil se mantém como maior exportador da proteína

Apenas em 2021 foram embarcadas 4,610 milhões de toneladas representando um montante de US$ 7,6 bilhões (FOB).  Página 30.

destaque-03

Melhoramento Genético Holístico

A produção de carne deve aumentar em 44 milhões de toneladas métricas até 2030, com 52% desse aumento representado pela avicultura. Página 50.

destaque-01

Entrevista: Ariel Mendes

Se falarmos em avicultura o nome de Ariel Mendes sempre estará em pauta, afinal, são mais de 40 anos dedicados ao setor, seja transmitindo conhecimento por meio de aulas ou à frente das principais entidades avícolas do país. Página 38.