Mercado

Frango vivo chega aos R$3,50/kg, um terço a mais que o abatido um ano atrás

Ontem, 4, tanto em São Paulo como em Minas Gerais, o frango vivo disponibilizado foi bastante disputado. A ponto de seu preço obter o segundo reajuste de cinco centavos da semana, chegando, assim, aos R$3,50/kg. Novo recorde para o frango vivo paulista, esse valor tem um significado ainda maior para o produto mineiro, pois significa a superação de um valor (R$3,45/kg) que se mantinha como recorde há quase três anos. Porém, o que continua chamando mais a atenção, no momento, são as variações em relação aos preços registrados um ano atrás. Pois, ao valor atual, o frango vivo de São Paulo apresenta valorização de 59%, enquanto o de Minas supera os 66%. Mas não só isso, porquanto os R$3,50/kg ora alcançados representam valor um terço superior ao registrado pelo frango abatido nesta mesma data, em 2018 (em 4 de abril do ano passado o produto resfriado foi negociado no Grande Atacado da cidade de São Paulo por pouco mais de R$2,60/kg). Em suma: a valorização presente não representa algo excepcional: os preços de 2018 é que foram extremamente baixos. Da mesma forma, o recorde em valor nominal não se repete na tomada do valor real. Já houve momentos, hoje distantes (2012), nos quais o frango vivo alcançou valores que hoje, deflacionados, superam os R$4,00/kg.

(AviSite) (Redação)



Visite  www.avisite.com.br  - O Portal da Avicultura na Internet