Produção

Em 2020 carne de frango será a mais consumida no mundo

07/06/2013 - A diferença deve ser pequena, de menos de 200 mil toneladas ou cerca de 0,14% do total previsto. Mas dentro de sete anos - ou seja, em 2020 – o consumo de carne de frango deve superar pela primeira vez o da carne suína em um processo que, aparentemente, não tem mais retorno. A previsão integra trabalho conjunto desenvolvido pela Agência das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) e a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e sugere que no último ano da corrente década o consumo mundial de carne de frango alcançará volume muito próximo dos 124 milhões de toneladas, enquanto o de carne suína não deve passar dos 123,8 milhões de toneladas. Na média do triênio 2010-2012 (dados preliminares para 2012), o consumo estimado de carne suína (109,456 milhões de toneladas) foi 6,13% superior ao da carne de frango (103,132 milhões de toneladas). Já a previsão para 2022 sugere consumo quase 1,5% maior para a carne de frango (128,377 milhões de toneladas, para 126,576 milhões de toneladas da carne suína). Isso acontece porque, nas projeções da FAO/OCDE, o consumo de carne suína tende a se expandir a uma média que não passa de 1,5% ao ano, enquanto a expansão prevista para o consumo de carne de frango se situa ligeiramente acima dos 2% ao ano. Mantidos esses índices no decorrer do tempo, em mais três décadas (por volta de 2043) o consumo mundial de carne de frango ultrapassará a marca dos 200 milhões de toneladas, ficando quase 20% acima do consumo da carne suína (cerca de 170 milhões de toneladas). Naturalmente, para que haja aumento de consumo é preciso, antes, que aumente a produção. E o previsto, no período analisado pela FAO/OCDE, é um aumento de produção de 22,67% para a carne de frango, 15,43% para a carne suína e 14,14% para a carne bovina.



(Avisite) (Redação)



Visite   www.avisite.com.br  - O Portal da Avicultura na Internet