Revista do AviSite
Revista do Ovo
Encartes Especiais
Notícias
Clippings
AviGuia
OvoSite
Trabalhos Técnicos
Legislação
Busca Avançada
Contato
Anuncie
Patrocinadores
Domingo, 23/02/2020
Siga-nos:
CLIPPINGS
FPA discute gestão compartilhada de energia no campo

Categoria: Logística

Brasília , 11/09/2019 |


A gestão compartilhada de energia no campo foi o principal assunto da reunião entre deputados e senadores da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) desta terça-feira (10). O deputado Evair de Melo (PP-ES), segundo vice-presidente do colegiado, apresentou expertise do Espírito Santo para solução de compartilhamento para usuários a distância. O sistema permite que duas ou mais unidades consumidoras possam usufruir da energia produzida por uma única unidade geradora.

Segundo ele, é uma parceria pioneira que possibilita ao cooperado usar o sistema fotovoltaico (geração de energia elétrica a partir da luz solar, por meio de painéis) onde ele estiver, dividindo a eletricidade e os custos. “É uma forma de compactar o investimento, uma vez que a plataforma está disponível para inúmeros usuários de maneira remota”.

A plataforma cooperativa do Espírito Santo permite que os usuários tenham previsibilidade no custo da energia, que é limpa e renovável. O deputado também destacou que o sistema possibilita até 80% de redução na fatura e descontos de 8% a 12% na conta de luz. A expectativa, segundo ele, é chegar a 2.500 residências no estado nos próximos 12 meses, na cidade e no campo.

Vice-presidente da FPA, o deputado Sérgio Souza (MDB-PR), afirmou que a gestão compartilhada de energia irá ajudar a reduzir o custo de produção do setor agropecuário. “É o custo de produção que tem retraído o desenvolvimento do Brasil, principalmente a competitividade dos nossos produtos com maior valor agregado”.

Segundo o deputado Schiavinato (PP-PR), a energia solar é uma necessidade do homem do campo e tem sido cada vez mais procurada. “Na região oeste do Paraná, há inúmeras unidades da avicultura que já implantaram seus painéis solares e têm autossuficiência energética em suas propriedades. Vão levar seis anos para quitar o investimento, e antes do sistema fotovoltaico, gastavam cerca de R$ 20 mil de conta de luz; é muito bom para o produtor rural”.



Fonte: Agência FPA
Autor: Assessoria de Comunicação



COMENTÁRIOS






ÚLTIMOS CLIPPINGS













CLIPPINGS MAIS LIDOS
5 dias
30 dias
NOSSOS PARCEIROS
REVISTA ONLINE

Receba as melhores informações sobre avicultura por e-mail.
Nome:
E-mail: