Revista do Avisite
Revista do Ovo
Encartes Especiais
Notícias
Clippings
Informativo Semanal
Informativo Diário
AviGuia
AviSite
OvoSite
Trabalhos Técnicos
Agenda
Cobertura
Legislação
Banco de Currículos
Relatórios
Busca Avançada
Contato
Anuncie
Patrocinadores
Sexta-feira, 20/09/2019
Siga-nos:
Classificados Links Vídeos
CLIPPINGS
FPA discute gestão compartilhada de energia no campo

Categoria: Logística

Brasília , 11/09/2019 |


A gestão compartilhada de energia no campo foi o principal assunto da reunião entre deputados e senadores da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) desta terça-feira (10). O deputado Evair de Melo (PP-ES), segundo vice-presidente do colegiado, apresentou expertise do Espírito Santo para solução de compartilhamento para usuários a distância. O sistema permite que duas ou mais unidades consumidoras possam usufruir da energia produzida por uma única unidade geradora.

Segundo ele, é uma parceria pioneira que possibilita ao cooperado usar o sistema fotovoltaico (geração de energia elétrica a partir da luz solar, por meio de painéis) onde ele estiver, dividindo a eletricidade e os custos. “É uma forma de compactar o investimento, uma vez que a plataforma está disponível para inúmeros usuários de maneira remota”.

A plataforma cooperativa do Espírito Santo permite que os usuários tenham previsibilidade no custo da energia, que é limpa e renovável. O deputado também destacou que o sistema possibilita até 80% de redução na fatura e descontos de 8% a 12% na conta de luz. A expectativa, segundo ele, é chegar a 2.500 residências no estado nos próximos 12 meses, na cidade e no campo.

Vice-presidente da FPA, o deputado Sérgio Souza (MDB-PR), afirmou que a gestão compartilhada de energia irá ajudar a reduzir o custo de produção do setor agropecuário. “É o custo de produção que tem retraído o desenvolvimento do Brasil, principalmente a competitividade dos nossos produtos com maior valor agregado”.

Segundo o deputado Schiavinato (PP-PR), a energia solar é uma necessidade do homem do campo e tem sido cada vez mais procurada. “Na região oeste do Paraná, há inúmeras unidades da avicultura que já implantaram seus painéis solares e têm autossuficiência energética em suas propriedades. Vão levar seis anos para quitar o investimento, e antes do sistema fotovoltaico, gastavam cerca de R$ 20 mil de conta de luz; é muito bom para o produtor rural”.



Fonte: Agência FPA
Autor: Assessoria de Comunicação



Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!




ÚLTIMOS CLIPPINGS













CLIPPINGS MAIS LIDOS
5 dias
30 dias
NOSSOS PARCEIROS
REVISTA ONLINE

Receba as melhores informações sobre avicultura por e-mail.
Nome:
E-mail: