Revista do Avisite
Revista do Ovo
Encartes Especiais
Notícias
Clippings
Informativo Semanal
Informativo Diário
AviGuia
AviSite
OvoSite
Trabalhos Técnicos
Agenda
Cobertura
Legislação
Banco de Currículos
Relatórios
Busca Avançada
Contato
Publicidades
Patrocinadores
Sábado, 24/08/2019
Siga-nos:
Classificados Links Vídeos
CLIPPINGS
SP: preços agrícolas fecham o mês de julho com queda de 0,04%

Categoria: Agronegócios

São Paulo, SP, 13/08/2019 |


Encerrando um ciclo de 5 semanas de alta, o índice que mede a variação dos preços recebidos pelos agricultores paulistas (IqPR) fechou o mês de julho com pequena baixa de 0,04%, informa a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio do Instituto de Economia Agrícola (IEA/Apta).

Dos 19 produtos que compõem o índice, apenas 7 apresentaram alta de preços no período: amendoim (4,81%), laranja para indústria (4,52%) e café (2,29%), cana-de-açúcar (1,78%), carne bovina (1,69%), trigo (1,02%) e milho (0,32%).

No caso do amendoim, problemas climáticos que reduziram a produtividade da safra/2019, acrescentados à redução dos estoques com as festas de junho que interferiram na oferta, aumentaram os preços recebidos por seus produtores no último mês. Destaca-se que os valores atuais da saca de 25 kg estão 28,11% maiores do que em julho de 2018, afirmam Danton Leonel de Camargo Bini e Eder Pinatti, pesquisadores do IEA.

Dentre os 12 produtos que reduziram seus preços, tiveram maior variação: tomate para mesa (26,65%), batata (14,59%) e feijão (7,38%).

Acumulado dos últimos 12 meses

No período de agosto de 2018 a julho de2019, o IqPR ficou em 15,78%, sendo que os produtos de origem vegetal subiram 17,48% enquanto os de origem animal tiveram variação um pouco menor: 11,59%. Comparando o IqPR com o Índice de Preços Pagos (IPP), também calculado pelo IEA, e que apresenta um termômetro dos custos de produção agropecuários no Estado de São Paulo, observamos uma variação positiva de 8,55% no período. Contudo, individualmente, 11 culturas, ao terem acúmulos de preços positivos abaixo do IPP ou negativos, dão indicativos de que obtiveram retornos contraproducentes. São elas: algodão (-23,44%), laranja para mesa (-23,07%), trigo (-15,10%), soja (-6,18%), banana nanica (-4,9%), arroz (-4,18%), laranja para indústria (-4,09%), café (-3,98%), leite cru refrigerado (+0,01%), milho (+1,89%) e cana-de-açúcar (+7,78%). Acima do índice de custos, subiram nos últimos 12 meses: batata (+203,77%), tomate para mesa (98,94%), carne suína (+61,28%), feijão (40,64%), amendoim (28,11%), carne de frango (+10%), carne bovina (9,71%) e ovos (8,65%).



Fonte: Secr. de Agr. e Abastecimento do Estado de SP
Autor: Assessoria de Imprensa



Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!




ÚLTIMOS CLIPPINGS













CLIPPINGS MAIS LIDOS
5 dias
30 dias
NOSSOS PARCEIROS
REVISTA ONLINE

Receba as melhores informações sobre avicultura por e-mail.
Nome:
E-mail: