Revista do Avisite
Revista do Ovo
Encartes Especiais
Notícias
Clippings
Informativo Semanal
Informativo Diário
AviGuia
AviSite
OvoSite
Trabalhos Técnicos
Agenda
Cobertura
Legislação
Banco de Currículos
Relatórios
Busca Avançada
Contato
Publicidades
Patrocinadores
Segunda-feira, 22/07/2019
Siga-nos:
Classificados Links Vídeos
CLIPPINGS
Pelo segundo ano, EUA veem Brasil na liderança mundial de soja

Categoria: Matérias-Primas

São Paulo, SP, 12/07/2019 |


Assim como ocorreu no ano passado, os Estados Unidos voltam a prever que o Brasil assumirá a liderança mundial na produção de soja.

No ano passado, a previsão não se concretizou. O Brasil teve problemas climáticos na safra e os Estados Unidos obtiveram uma safra superior ao que esperavam.

Desta vez, o cenário parece mais favorável para o Brasil, mas, assim como ocorreu na safra que se encerra, a liderança brasileira da próxima não está garantida.
O Usda (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), diante de tantas dificuldades no plantio, estima que a safra americana será de apenas 104,6 milhões de toneladas na safra 2019/20, após ter atingido 123,7 milhões na atual.

Já o Brasil, após uma safra de 115 milhões neste ano, poderá atingir 123 milhões em 2019/20, segundo o Usda.
Daniele Siqueira, da AgRural, afirma, no entanto, que as previsões atuais são muito precárias. Apenas em agosto, o órgão americano terá uma visão melhor da produtividade e do volume a ser produzido nos Estados Unidos.

No relatório divulgado nesta quinta-feira (11), o Usda prevê um recuo da área de soja para 32,4 milhões de hectares, 10% menos do que na safra anterior. Já a produtividade deverá cair para apenas 54,4 sacas por hectare, 6% menos do que na safra anterior.
Com as projeções atuais, os estoques de soja dos Estados Unidos recuariam para 21,6 milhões de toneladas no final da safra 2019/20, 24% menos do que na atual.

O cenário não é bom para os Estados Unidos, mas está melhor para a América do Sul. Brasil, Argentina e Paraguai terão boas safras, com o volume dos três países podendo atingir 186 milhões de toneladas.

Com a queda de produção nos Estados Unidos, a produção mundial de 2019/20 deverá recuar para 347 milhões de toneladas, 4% menos do que a anterior.
A Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) também divulgou, nesta quinta-feira, os números da safra brasileira de grãos de 2018/19.

Soja no Brasil

Os novos números indicam um recorde de 240,7 milhões de toneladas, volume impulsionado pela produção de 98,5 milhões de toneladas de milho e de 115 milhões de soja.
Várias consultorias, assim como o Usda, apostam em uma safra brasileira de milho superior a 100 milhões. Já a produção de arroz, terceiro principal produtor brasileiro, teve queda de 14%.



Fonte: Folha de São Paulo
Autor: Mauro Zafalon



Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!




ÚLTIMOS CLIPPINGS













CLIPPINGS MAIS LIDOS
5 dias
30 dias
NOSSOS PARCEIROS
REVISTA ONLINE

Receba as melhores informações sobre avicultura por e-mail.
Nome:
E-mail: