Revista do Avisite
Revista do Ovo
Encartes Especiais
Notícias
Clippings
Informativo Semanal
Informativo Diário
AviGuia
AviSite
OvoSite
Trabalhos Técnicos
Agenda
Cobertura
Legislação
Banco de Currículos
Relatórios
Busca Avançada
Contato
Publicidades
Patrocinadores
Terça-feira, 19/03/2019
Siga-nos:
Classificados Links Vídeos
CLIPPINGS
Exportações de carne suína crescem 5,65% em 2019

Categoria: Exportação

São Paulo, SP, 13/03/2019 |

Rússia já é o terceiro principal destino dos embarques do setor.

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) informa que as exportações totais de carne suína (considerando todos os produtos, entre in natura e processados) alcançaram 54,09 mil toneladas em fevereiro. O resultado supera em 26,5% o volume de carne suína embarcada no segundo mês de 2018, quando foram exportadas 42,7 mil toneladas.
Em receita, os embarques de carne suína geraram receita de US$ 100,1 milhões, resultado 13,5% superior ao saldo de fevereiro de 2018, com US$ 88,2 milhões.

Graças ao bom desempenho das vendas de fevereiro, o saldo acumulado das exportações em 2019 (janeiro e fevereiro) alcançou 102,6 mil toneladas, volume 5,65% acima do embarcado no primeiro bimestre de 2018, com 97,1 mil toneladas.

Em receita, as vendas deste o ano totalizaram US$ 191,7 milhões, número 4% menor que o resultado do primeiro bimestre de 2018, de US$ 199,6 milhões.
Reaberto em novembro do ano passado, o mercado da Rússia importou no primeiro bimestre deste ano 11 mil toneladas. O país já é o terceiro principal destino do produto brasileiro.

Abaixo está o ranking com os principais importadores de carne suína do Brasil no primeiro bimestre:

RANKING

PAÍS

VOLUME BIMESTRE (MIL TONS)

SHARE

1

CHINA

20,614

20,40%

2

HONG KONG

20,274

20,10%

3

RUSSIA

11,030

10,90%

4

ANGOLA

8,147

8,10%

5

CHILE

7,012

6,90%

6

URUGUAI

6,770

6,70%

7

ARGENTINA

6,084

6,00%

8

CINGAPURA

5,469

5,40%

9

GEORGIA

2,205

2,20%

10

FILIPINAS

1,603

1,60%


“A forte elevação das vendas de carne suína para a Rússia e para outros mercados aponta para um horizonte otimista nas exportações do setor. Neste contexto de recuperação de vendas, é importante manter fluxo de embarques em diversos mercados, para reduzir a dependência em torno de poucos destinos de exportação.”, analisa Francisco Turra, presidente da ABPA.




Fonte: ABPA
Autor: Assessoria de Imprensa



Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!




ÚLTIMOS CLIPPINGS













CLIPPINGS MAIS LIDOS
5 dias
30 dias
NOSSOS PARCEIROS
REVISTA ONLINE
Receba as melhores informações sobre avicultura por e-mail.
Nome:
E-mail: