Revista do Avisite
Revista do Ovo
Encartes Especiais
Notícias
Clippings
Informativo Semanal
Informativo Diário
AviGuia
AviSite
OvoSite
Trabalhos Técnicos
Agenda
Cobertura
Legislação
Banco de Currículos
Relatórios
Busca Avançada
Contato
Publicidades
Patrocinadores
Quarta-feira, 20/03/2019
Siga-nos:
Classificados Links Vídeos
CLIPPINGS
Soja fecha com leves altas nesta 2ª feira e mantém preços estáveis no mercado brasileiro

Categoria: Matérias-Primas

Campinas, SP, 18/12/2018 |


Os preços da soja fecharam o pregão desta segunda-feira (17) em campo positivo na Bolsa de Chicago. O mercado trabalhou em alta durante todo o dia nesta primeira sessão da semana, retomando parte da baixa acumulada na última semana e também, segundo analistas internacionais, com expectativas de mais compras de soja da China nos EUA.

Na semana passada, a nação asiática fez algumas compras no mercado norte-americano de quase 2 milhões de toneladas, via estatais. O volume já estava sendo esperado pelo mercado e acabou "frustrando" os traders.

E com a guerra comercial China x EUA ainda em foco, os participantes do mercado esperam pelas próximas notícias vindas de algum dos dois países e quais serão seus próximos movimentos. Nesta segunda, novas compras chinesas ainda não foram anunciadas.

"Certamente há quem acredite que a China venha a mercado para mais soja. Ainda não vimos novos anúncio, mas esperamos vê-los nos próximos dias", disse o analista internacional Mark Gold, da Top Third Ag Marketing in Chicago à Reuters Internacional.

Ainda nesta segunda, um bom dado que deu suporte às cotações foram os números do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) sobre os embarques norte-americanos, que vieram acima do esperado.

Os Estados Unidos embarcaram, na semana encerrada em 13 de dezembro, 974,876 mil toneladas de soja e o volume ficou acima das expctativas do mercado que variavam entre 600 mil e 900 mil toneladas. Em toda a temporada, os embarques já somam 15.159,894 milhões de toneladas, contra mais de 25 milhões do ano passado, nesse mesmo período.

Ademais, o mercado viu ainda os fundos ajustando suas posições para começar a fechar o ano, buscando equilíbrio e bom posicionamento à espera do que reserva 2019.

"Para a soja-grão, o total líquido soma 11mil contratos no lado da venda, sendo a menor posição vendida desde junho deste ano, quando a
Guerra Comercial fomentou o movimento de venda especulativa da soja, que previa a falta de demanda para a oleaginosa norte-americana", diz o boletim da ARC Mercosul.

Mercado Nacional

No mercado nacional, as cotações fecharam com estabilidade na maior parte das praças de comercialização e nos portos do país nesta segunda-feira.

Em Paranaguá, já não há referência para a soja disponível, enquanto a safra nova fechou o dia com R$ 81,50, estável. Em Rio Grande, queda de 0,62% no disponível e para janeiro/19, terminando ambos os indicativos nos R$ 80,00 por saca.

O mercado segue travado, mas como necessidade de melhora, como explica o consultor de mercado Vlamir Brandalizze, da Brandalizze Consulting. "O mercado da soja no Brasil nesta nova semana de começo de dezembro, normalmente é de negócios, porque muitos produtores deixam parte do grão para vender em dezembro e ter caixa para tocar as contas na virada do ano e assim pode ter um momento favorável, porque os indicativos estão bons e podem ficar melhores e desta forma pode abrir espaço para que novos fechamentos venham a se confirmar".



Fonte: Notícias Agrícolas
Autor: Carla Mendes



Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!




ÚLTIMOS CLIPPINGS













CLIPPINGS MAIS LIDOS
5 dias
30 dias
NOSSOS PARCEIROS
REVISTA ONLINE
Receba as melhores informações sobre avicultura por e-mail.
Nome:
E-mail: