Revista do Avisite
Revista do Ovo
Encartes Especiais
Notícias
Clippings
Informativo Semanal
Informativo Diário
AviGuia
AviSite
OvoSite
Links
Trabalhos Técnicos
Vídeos
Agenda
Cobertura
Legislação
Banco de Currículos
Classificados
Relatórios
Busca Avançada
Contato
Publicidades
Patrocinadores
Assine já
Quarta-feira, 26/09/2018
Siga-nos:
CLIPPINGS
Milho: com alta da soja e do trigo, mercado amplia ganhos no pregão desta 5ª feira em Chicago

Categoria: Matérias-Primas

Campinas, 17/08/2018 |


As cotações futuras do milho negociadas na Bolsa de Chicago (CBOT) dão continuidade ao movimento positivo no pregão desta quinta-feira. Às 12h35 (horário de Brasília), as principais posições da commodity testavam altas de mais de 3 pontos, com o setembro/18 a US$ 3,65 por bushel, enquanto o dezembro/18 trabalhava a US$ 3,79 por bushel.

As agências internacionais reforçam que as cotações seguem os ganhos observados nos futuros da soja e do trigo na CBOT. Embora " os preços do cereal ainda são pressionados pelas expectativas de uma colheita abundante nos EUA nesta temporada e um dólar forte", informou a Reuters internacional.

Na última, o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) estimou a safra americana em 370 milhões de toneladas.

O clima no Meio-Oeste também segue no radar dos participantes do mercado. As previsões indicam chuvas e clima frio nessa semana, consideradas benéficas para as lavouras do cereal.

Já o boletim de vendas para exportação ficou em 1,3 milhão de toneladas de milho. O número ficou dentro das expectativas dos investidores entre 600 mil toneladas a 1,6 milhão de toneladas.

B3

Os futuros do milho operam em campo misto na bolsa brasileira nesta quinta-feira. Os primeiros contratos da commodity subiam entre 0,09% e 0,27%, por volta das 12h30 (horário de Brasília). E as posições mais longas recuavam entre 0,37% e 0,47%. O setembro/18 era cotado a R$ 43,20 a saca e o novembro/18 a R$ 44,10 a saca.

O mercado opera em campo misto, apesar da alta observada em Chicago e também no dólar. A moeda norte-americana era cotada a R$ 3,926 na venda, com valorização de 0,65%, às 12h47 (horário de Brasília).



Fonte: Notícias Agrícolas
Autor: Fernanda Custódio



Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!




ÚLTIMOS CLIPPINGS













CLIPPINGS MAIS LIDOS
5 dias
30 dias
NOSSOS PARCEIROS
REVISTA ONLINE
Receba as melhores informações sobre avicultura por e-mail.
Nome:
E-mail: