Revista do Avisite
Revista do Ovo
Encartes Especiais
Notícias
Clippings
Informativo Semanal
Informativo Diário
AviGuia
AviSite
OvoSite
Links
Trabalhos Técnicos
Vídeos
Agenda
Cobertura
Legislação
Banco de Currículos
Classificados
Relatórios
Busca Avançada
Contato
Publicidades
Patrocinadores
Assine já
Quinta-feira, 24/05/2018
Siga-nos:
CLIPPINGS
Categoria: Empresas

Campinas, SP, 16/05/2018 |

BRF está proibida de exportar para a Europa a partir de hoje


Medida envolve 12 unidades da companhia no Brasil que estavam habilitadas a enviar mercadorias para a União Europeia.

A BRF oficializou que 12 unidades da empresa no Brasil foram proibidas de exportar produtos de origem animal para a União Europeia (UE). Em comunicado, a BRF ressalta que concluirá estudos e avaliações, que já estão em andamento, para o “planejamento de sua produção a fim de buscar as melhores alternativas para reequilibrar o nível de oferta de seus produtos frente ao cenário de demanda que se apresenta”.

A medida da UE entrará em vigor nesta quarta-feira (16), e sua publicação pelas autoridades sanitárias brasileiras ainda está pendente, ressalta o comunicado da BRF.

A União Europeia publicou nesta segunda-feira (14) a decisão de proibir importações de produtos de origem animal de 20 unidades no Brasil que antes eram autorizadas a exportar para os países europeus. A decisão da UE foi tomada como um desdobramento da Operação Carne Fraca da Polícia Federal.

A BRF ressalta que a decisão da UE atinge somente as unidades localizadas no Brasil e que possuem habilitação para exportação para a União Europeia. Assim, não afeta o fornecimento para outros mercados ou, ainda, das demais plantas da BRF localizadas fora do Brasil e que exportam para o mercado europeu.

A BRF reiterou também que pretende fazer valer seus direitos perante os órgãos europeus competentes para continuar a atender seus clientes na União Europeia a partir de suas instalações no Brasil. A companhia disse não concordar com a decisão, que “parece ter sido motivada pela proteção do mercado local e não por questões de saúde e qualidade, conforme recentemente anunciado pelo Ministério da Agricultura”. A empresa diz, ainda, apoiar as ações do governo brasileiro perante a Organização Mundial do Comércio (OMC).



Fonte: Gazeta do povo/ESTADÃO
Autor: Redação



Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!




CLIPPINGS MAIS LIDOS
5 dias
30 dias
ÚLTIMOS CLIPPINGS











NOSSOS PARCEIROS
REVISTA ONLINE
Receba as melhores informações sobre avicultura por e-mail.
Nome:
E-mail: