Revista do Avisite
Revista do Ovo
Encartes Especiais
Notícias
Clippings
Informativo Semanal
Informativo Diário
AviGuia
AviSite
OvoSite
Links
Trabalhos Técnicos
Vídeos
Agenda
Cobertura
Legislação
Banco de Currículos
Classificados
Relatórios
Busca Avançada
Contato
Publicidades
Patrocinadores
Assine já
Domingo, 24/06/2018
Siga-nos:
CLIPPINGS
Setor em alerta com queda de 12% nas exportações de frango

Categoria: Exportação

São Paulo , 25/01/2018 |

Em 2017, MS registrou aumento nas vendas de 1% em relação a 2016

Os embarques de frango para o mercado exterior registraram uma redução de mais de 12%, em relação ao mês de dezembro. A média diária exportada segue no limite de 13 mil toneladas comercializadas, contra 14.782 toneladas negociadas em dezembro de 2017.

Igualmente preocupante é o preço alcançado até aqui. De acordo com os números da Secretaria de Comércio Exterior, do Ministério Indústria, Comércio Exterior e Serviços (SECEX/MDIC), o valor médio registrado nesses 14 dias foi ligeiramente inferior a US$1.510,00 por tonelada exportada, correspondendo ao menor valor dos últimos 20 meses. Ou seja: desde junho de 2016 não se chegava a um valor tão baixo.

Em Mato Grosso do Sul, o ciclo 2017 terminou com 28.326.278 toneladas comercializadas para o exterior. Em comparação com 2016, o volume registrou aumento de quase 1%, mas, ainda está longe das expectativas dos produtores.

A Cadeia Produtiva da avicultura sul-mato-grossense apresenta números que demonstram o encolhimento do setor produtivo. No ano de 2014 o estado possuía 1.141 aviários e 490 produtores integrados, em 2016 houve retração de 5,7% e 18,2%, respectivamente, totalizando 1.076 aviários e 401 produtores integrados.

Projetada a média atual para os 22 dias úteis do mês, chega-se a um total mensal da ordem de 285 mil toneladas de produto in natura, resultado que, se confirmado, corresponderá ao mais baixo volume dos últimos 15 meses.

ANÁLISE DE CONJUNTURA

No cenário internacional, os novos registros de Influenza Aviária envolvendo países da Europa, Ásia, África e América Central, mais a chegada do inverno no hemisfério norte, devem fazer com que o problema não seja equacionado tão cedo.

O ritmo das exportações de carne de frango dos Estados Unidos que vinham em pleno crescimento, desacelerou. Embora o volume acumulado nos doze meses encerrados em setembro último apresente evolução de 4,5%, esse índice deve cair no fechamento de 2017, pois o total acumulado no decorrer do ano indica, por ora, aumento de apenas 1,4%.

No cenário nacional, o levantamento mensal da Embrapa Suínos e Aves apontou que em outubro passado o custo de produção do frango aumentou para R$2,37/kg, atingindo o maior valor dos últimos sete meses. E deve continuar subindo em novembro pois as matérias-primas básicas utilizadas na alimentação das aves e que têm grande peso no custo tiveram evolução nos preços.



Fonte: Correio do Estado
Autor: Aline Oliveira



Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!




ÚLTIMOS CLIPPINGS













CLIPPINGS MAIS LIDOS
5 dias
30 dias
NOSSOS PARCEIROS
REVISTA ONLINE
Receba as melhores informações sobre avicultura por e-mail.
Nome:
E-mail: