Revista do AviSite
Revista do Ovo
Encartes Especiais
Notícias
Clippings
Informativo Semanal
Informativo Diário
Info Estatísticas
AviGuia
OvoSite
Trabalhos Técnicos
Legislação
Busca Avançada
Cadastre-se
Contato
Anuncie
Patrocinadores
Terça-feira, 29/09/2020
Siga-nos:
Notícias Clippings Informativo Semanal Informativo Diário Info Estatísticas
CLIPPINGS
Conectividade é um dos desafios para implantar tecnologias disruptivas em granjas, aponta Leonardo Vega em webinar da Phibro

Categoria: Empresas

Campinas, SP, 21/08/2020 |


As tecnologias disruptivas no processo de vacinação 4.0 foram os temas centrais de webinar realizado pela Phibro Saúde Animal, com participação do médico veterinário e empresário Leonardo Vega. A transmissão abordou a necessidade de investir em inovação que gere sustentabilidade produtiva e econômica, saúde única e bem-estar animal. Juntos, esses pilares representam a molas propulsoras do agro brasileiro.

"As tecnologias disruptivas nos ajudam a desenvolver a avicultura e agronegócio a partir de quatro grandes eixos: fazer mais com menos, preservando os recursos naturais; produzir resultados exponenciais, evitando perdas; gerenciar o risco de resistência aos microbianos; e garantir a saúde dos animais por meio da prevenção e da vacinação", destacou Leonardo Vega, fundador das empresas F&S Consulting, brStart e Cibit e criador da certificação Produtor do Bem.


Leonardo Vega, fundador das empresas F&S Consulting, brStart e Cibit e criador da certificação Produtor do Bem.

Considerando que disruptivo é tudo o que rompe com o tradicional, de acordo com o especialista, é preciso investir em infraestrutura de tecnologia, tendo por base sensores conectados à internet – que monitoram animais e ambientes –, passando pela máxima automação dos processos da propriedade. A partir disso, entram as plataformas de gestão e inteligência artificial, com a reunião desses dados para análises científicas.

"Como exemplo do que pode ser monitorado por sensores, estão a biometria, o peso, o comportamento, o estresse térmico e a saúde dos animais, além de seringas inteligentes, temperatura, umidade relativa do ar, qualidade do ar, consumo da ração, água e intensidade da luz", afirmou Vega. Todas essas informações podem ser sensoriadas por meio de celulares, tablets, computadores e demais maquinários da granja.

Para que a tecnologia gere retorno financeiro, aponta o veterinário, é necessário que os bancos de dados possuam o que ele chama de "quatro Vs": volume (quantidade de dados usados), variedade (provenientes de documentos ou imagens), veracidade (devem ter confiança assegurada) e velocidade (de conversão do dado em informação relevante). Esse passo a passo contribui para o sucesso do processo de vacinação e da cadeia como um todo.

Entretanto, além do desafio da disponibilidade tecnológica, o produtor brasileiro enfrenta um obstáculo relevante para a implantação dessas medidas: a conectividade. Nem todas as regiões do Brasil possuem alta qualidade de acesso à internet – como as áreas acidentadas de Santa Catarina, onde se concentram as granjas de aves e suínos. Por isso, segundo Vega, uma solução para o futuro será a utilização de satélites, bem como o uso de micro-ondas e fibra óptica.

Sistema de gerenciamento de vacinação

Um dos destaques citados por Leonardo Vega durante o webinar é a eficiência do dispositivo pHi-Tech, inovador sistema de gerenciamento de vacinação de aves de ciclo longo, exclusivo da Phibro Saúde Animal. "As seringas inteligentes possuem o aplicativo analítico, que permite maior compreensão dos dados, com usabilidade. A partir disso, conseguimos gerar uma série de informações para a nossa boa gestão", enfatizou.

A plataforma pHi-Tech conta com três componentes: equipamento de injeção, aplicativo para celular e modo analítico para web. Além de informações sobre aplicação e aplicadores de vacinas, o recurso oferece mapas sobre as injeções. "Eu vejo uma grande sacada dessa ferramenta, como a possibilidade de medir o desempenho do operador. Isso ajuda a entender qual prática o melhor operador está utilizando e replicá-la", indicou o empresário.

Eric Culhari, que coordenou o webinar, é o especialista responsável pelo sistema em todo o território nacional. "O sistema pHi-Tech permite que tenhamos uma visão ampla de todo o processo de vacinação das aves, bem como uma aplicação precisa, promovendo correções em tempo real e gerenciando os dados de todo o processo, com visibilidade de todas as informações da granja", explica ele, que é mestre em zootecnia pela Universidade Estadual Paulista (Unesp).

Confira a transmissão na íntegra:

https://attendee.gotowebinar.com/recording/7512817126615993857

Sobre a Phibro

A Phibro Saúde Animal é uma das mais importantes indústrias veterinárias e de nutrição animal do mundo. Criada em 1916, nos Estados Unidos, está presente no Brasil há 25 anos, oferecendo produtos para suínos, aves, bovinos de corte e de leite e peixes, além oferecer soluções para a produção de fontes energéticas renováveis. Para mais informações, acesse: www.pahc.com/brasil.



Fonte: Phibro Saúde Animal
Autor: Assessoria de Imprensa





COMENTÁRIOS






ÚLTIMOS CLIPPINGS













CLIPPINGS MAIS LIDOS
5 dias
30 dias
NOSSOS PARCEIROS
REVISTA ONLINE

Clique acima para acessar o leitor digital ou abaixo para Download do PDF