Revista do AviSite
Revista do Ovo
Encartes Especiais
Notícias
Clippings
Informativo Semanal
Informativo Diário
Info Estatísticas
AviGuia
OvoSite
Trabalhos Técnicos
Legislação
Busca Avançada
Cadastre-se
Contato
Anuncie
Patrocinadores
Terça-feira, 29/09/2020
Siga-nos:
Notícias Clippings Informativo Semanal Informativo Diário Info Estatísticas
CLIPPINGS
Milho começa a 3ª feira subindo mesmo com dólar em baixa

Categoria: Matérias-Primas

Campinas, SP, 11/08/2020 |


A terça-feira (11) começa com os preços futuros do milho subindo na Bolsa Brasileira (B3). As principais cotações registram movimentações positivas entre 0,62% e 1,25% por volta das 09h21 (horário de Brasília).

O vencimento setembro/20 era cotado à R$ 55,31 com elevação de 0,66%, o novembro/20 valia R$ 55,70 com alta de 0,54%, o janeiro/21 era negociado por R$ 56,40 com ganho de 0,84% e o março/21 tinha valor de R$ 55,99 com valorização de 1,25%.

A força dos contratos do cereal brasileiro se mantém mesmo com o dólar caindo neste início de dia. Por volta das 09h24 (horário de Brasília), a moeda americana caia 1,14% e era cotada à R$ 5,41.

Mercado Externo

A Bolsa de Chicago (CBOT) abre a terça-feira também em alta para os preços internacionais do milho futuro. As principais cotações registravam movimentações positivas entre 1,25 e 1,75 pontos por volta das 09h13 (horário de Brasília).

O vencimento setembro/20 era cotado à US$ 3,12 com ganho de 1,50 pontos, o dezembro/20 valia US$ 3,24 com elevação de 1,25 pontos, o março/21 era negociado por US$ 3,36 com alta de 1,25 pontos e o maio/21 tinha valor de US$ 3,44 com valorização de 1,75 pontos.

Segundo informações do site internacional Successful Farming, os futuros do milho subiram no comércio da madrugada depois que as condições da safra caíram.

Cerca de 71% da safra de milho dos Estados Unidos estava em boas ou excelentes condições no domingo, ante 72% na semana anterior, de acordo com o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos).

“A porcentagem correspondeu às expectativas e isso ainda está bem acima dos 57% que obtiveram as melhores classificações durante a mesma semana do ano passado”, comenta o analista Tony Dreibus



Fonte: Notícias Agrícolas
Autor: Guilherme Dorigatti





COMENTÁRIOS






ÚLTIMOS CLIPPINGS













CLIPPINGS MAIS LIDOS
5 dias
30 dias
NOSSOS PARCEIROS
REVISTA ONLINE

Clique acima para acessar o leitor digital ou abaixo para Download do PDF