Revista do AviSite
Revista do Ovo
Encartes Especiais
Notícias
Clippings
Informativo Semanal
Informativo Diário
Info Estatísticas
AviGuia
OvoSite
Trabalhos Técnicos
Legislação
Busca Avançada
Cadastre-se
Contato
Anuncie
Patrocinadores
Quinta-feira, 06/08/2020
Siga-nos:
Notícias Clippings Informativo Semanal Informativo Diário Info Estatísticas
CLIPPINGS
Frangos, pintainhos e até ovos: caminhoneiro conta como carrega carga viva

Categoria: Logística

São Paulo, SP, 03/07/2020 |


Para celebrar o Dia dos Caminhoneiro, comemorado no Estado de São Paulo em 30 de junho, o Ligados & Integrados destacou o transporte de cargas vivas, um trabalho que exige responsabilidade, paciência e dedicação. O motorista é o elo entre todas as etapas da cadeia produtiva, mas, nas granjas, o carregamento dos animais depende do empenho de outros profissionais experientes também. Conheça as etapas que envolvem o transporte de ovos, pintos e frangos.

Incubatório: ovos e pintinhos

Para Adriano Otelmo Kuhn, que trabalha em um incubatório da Seara em Montenegro (RS), a logística agropecuária é uma das etapas mais importantes do ciclo de produção. “Ao chegar ao incubatório, o motorista que transporta ovos já recebe informações sobre os procedimentos de segurança”, explica. No transporte de pintos de um dia para as granjas, os animais são acomodados confortavelmente em caixas adequadas para a finalidade, onde cabem até cem animais. Os caminhões são equipados com sistema de aquecimento e refrigeração e possuem exaustores, ventiladores, umidificadores e termômetros para controlar a temperatura. As caixas são distribuídas em prateleiras para que todos os pintinhos tenham o mesmo conforto térmico.

Chegada à granja de frangos de corte

Antes de seguirem para as granjas, os caminhoneiros que transportam frangos vivos retiram a ordem de carregamento e conferem a documentação de GTA (Guia de Transporte Animal), obrigatória por lei. Já nas propriedades, o primeiro passo é assinar o livro de registros onde constam informações importantes para gestão e controle sanitário. “Também é necessário vestir roupas esterilizadas. Seja da área administrativa, da equipe de carregamento ou do transporte, todos obedecem ao procedimento”, explicou o supervisor de transporte Antônio Maurício Guarizo, de Amparo (SP).

Apanha das aves

A apanha dos frangos nas granjas é uma etapa simples, mas que deve ser realizada de forma tranquila e com movimentações discretas para não estressar ou agitar as aves. Primeiro, com o caminhão parado em frente ao aviário, um profissional solta as gaiolas enquanto outro as recebe, até que todas estejam alinhadas dentro do galpão. “Os profissionais envolvidos no processo são experientes. O trabalho é manual e consiste basicamente em pegar as aves pelo dorso e ir acomodando dentro das gaiolas, que são fechadas e empilhadas. Para carregar um caminhão com 3.300 aves mais ou menos, o processo leva aproximadamente 25 minutos”, disse Maurício. Ao final do carregamento, as gaiolas sobem de volta ao caminhão e o veículo está liberado para seguir ao abatedouro.

Transporte seguro

Documentação conferida, nota fiscal em mãos, caminhão carregado? Pronto. Saindo da granja em direção ao abatedouro, a pressa é inimiga da perfeição. Os motoristas devem seguir as regras de segurança e manter a velocidade controlada, evitando freadas bruscas e zelando sempre pelo bem estar–animal. O transportador Wagner de Carli transporta ovos e pintinhos desde 2016, mas, antes, transportava frangos vivos. “Transportar ovos e pintinhos é um trabalho diferenciado e exige mais delicadeza. O motorista deve ser calmo, tranquilo e ter cuidado redobrado ao passar pelas cabeceiras de pontes e pelas lombadas. Geralmente, no itinerário estão estradas por onde passamos rotineiramente. Nos baús, é preciso conferir se tudo está travado e em perfeitas condições para o transporte”, alerta.



Fonte: Canal Rural
Autor: Redação



COMENTÁRIOS






ÚLTIMOS CLIPPINGS













CLIPPINGS MAIS LIDOS
5 dias
30 dias
NOSSOS PARCEIROS
REVISTA ONLINE