Revista do AviSite
Revista do OvoSite
Encartes Especiais
Notícias
Informativo Semanal
Informativo Diário
Info Estatísticas
Canal Agroceres
PecSite
SuiSite
OvoSite
Trabalhos Técnicos
Canal Agroceres
Legislação
Busca Avançada
Cadastre-se
Contato
Anuncie
Patrocinadores
Segunda-feira, 18/10/2021
Siga-nos:
Notícias Informativo Semanal Informativo Diário Info Estatísticas Canal Agroceres
NOTÍCIAS
Especialistas explanam sobre alternativas de grãos e nutrição de matrizes




Campinas, SP, 22/09/2021


Alternativas para inovar a nutrição das reprodutoras com foco na análise de mercado de grãos foram apresentadas na primeira palestra da programação técnica do Simpósio de Qualificação Técnica ACAV (Associação Catarinense de Avicultura) pelo nutricionista no time global de serviços técnicos da Zinpro Corporation e doutor em Nutrição Animal, Leonardo Linares. O evento virtual iniciou nesta terça-feira (21) e segue até esta quarta-feira (22), com transmissão a partir dos estúdios da BS Áudio, em Chapecó (SC).

O especialista enfatizou sobre a necessidade de selecionar grãos de boa qualidade e substituir com ingredientes alternativos. Também abordou a evolução que a nutrição e a genética tiveram nos últimos anos, envolvendo tecnologias como enzimas e indicando a melhor forma de uso.

Entre as alternativas ao milho que podem ser incluídas na dieta das aves estão trigo, cevada, sorgo, triticale, glúten de milho, germe de milho e Destilados Secos de Grãos (D.D.G.S.). Linares observou que devem ser levados em consideração os benefícios econômicos para melhorar a competitividade, mas também pensar estratégias de dietas para maximizar a resposta produtiva. De acordo com ele, é importante investigar e caracterizar os ingredientes, contabilizando suas oportunidades e limitações. Entre elas a digestibilidade, valor nutricional, manejo e a possibilidade de presença de micotoxinas.

Outras alternativas são o farelo de trigo e de soja, algodão, mandioca, arroz integral, polpa de beterraba, canola e girassol. O glúten de milho, por exemplo, é um ingrediente de alta proteína, alta digestibilidade, alto valor energético, mas deve ser observada a presença de micotoxinas, o que exige atenção no manejo. O palestrante destacou que é fundamental avaliar a quantidade de cada ingrediente na dieta.

"O controle e a garantia de qualidade de matérias-primas são essenciais, mais importante do que o teste do produto final", enfatizou Linares, ao acrescentar que o uso de enzimas para alguns desses produtos deve ser feito com sabedoria e cuidado. Além disso, podem ser necessárias compensações com vitaminas e minerais. "A nutrição de matrizes não apenas afeta a própria performance, mas a qualidade de pintinho e a performance até o abate. A nutrição adequada também é importante para melhorar a qualidade de casca, a gema e albumen para suprir as necessidades do embrião", salientou.

NUTRIÇÃO DA MATRIZ

Outra palestra da tarde desta terça-feira foi sobre nutrição da matriz visando adequada composição corporal e produtividade. O tema foi apresentado pelo pesquisador e especialista em agricultura holandesa, política agrícola, saúde e bem-estar animal, sistemas de produção animal, reprodução e frangos de corte Rick Van Emous.

O especialista explanou sobre o desenvolvimento corporal das aves que mudou drasticamente durante as últimas décadas, com foco em empenamento. Também apresentou alguns experimentos que impactam na composição corporal de acordo com algumas dietas com diferentes requerimentos energéticos. Mostrou artigos científicos que comprovam a evolução da genética e da nutrição, o que está relacionado com o aumento da produtividade de ovos férteis.

PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA

Para esta quarta-feira (22), etapa final do Simpósio, estão programadas cinco palestras. Quem tiver interesse ainda pode participar desta reta final do Simpósio. As inscrições devem ser feitas pelo site www.simposioacav.com.br. O valor é R$ 300,00 (profissionais) e R$ 150,00 (estudantes).

Às 14 horas, Marco Aurélio Romagnole de Araújo abordará "Manejo de machos reprodutores para alta performance".

Às 14h30, Fábio Luiz Bittencourt falará sobre "Construindo uma incubação de alta performance com foco em qualidade de pintos".

Às 15 horas, Tiago Gurski, Evair Basso e Carlos de Oliveira abordarão "A influência da qualidade e contaminação de ovos e o impacto na primeira semana de vida da progênie".

Após intervalo, às 16h10, inicia a exposição sobre "Atualização da epidemiologia no Brasil e perspectivas para os próximos anos", a cargo de Joice Leão.

Caberá a André Luiz Della Volpe a palestra final, às 17 horas, focalizando "Manejo adequado para a prevenção de doenças em áreas endêmicas". Segue-se mesa redonda de debates e, ao final, o Simpósio de Qualificação Técnica ACAV será encerrado.

APOIO

O coordenador geral, Bento Zanoni, destacou o apoio dos patrocinadores da categoria ouro (Seara Alimentos, Cargill, Ceva, Cobb, MSD Saúde Animal e Aviagen | Ross), da categoria prata (Icasa, Hubbard Your Choice, Dur Commitment, Plasson Livestock, Petersime Incubators & Hatcheries, Zoetis, Vetanco Phibro Animal Health Corporation e Evonik Leading Chemistry) e da categoria bronze (DSM Bright Science, Brighter Living, Trouw Nutrition a Nutreco Company, Elanco e BRDE).


Rick Van Emous explanou sobre nutrição da matriz visando adequada composição corporal e produtividade


Fonte: ACAV
Autor: Assessoria de comunicação






COMENTÁRIOS



NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS



















NOTÍCIAS MAIS LIDAS
5 dias
30 dias
NOSSOS PARCEIROS
REVISTA ONLINE

Clique acima para acessar o leitor digital ou abaixo para Download do PDF