Revista do AviSite
Revista do OvoSite
Encartes Especiais
Notícias
Informativo Semanal
Informativo Diário
Info Estatísticas
Canal Agroceres
PecSite
SuiSite
OvoSite
Trabalhos Técnicos
Canal Agroceres
Legislação
Busca Avançada
Cadastre-se
Contato
Anuncie
Patrocinadores
Segunda-feira, 18/10/2021
Siga-nos:
Notícias Informativo Semanal Informativo Diário Info Estatísticas Canal Agroceres
NOTÍCIAS
Desempenho do frango abatido em agosto e nos oito primeiros meses de 2021




Campinas, SP, 31/08/2021


O frango abatido encerra o oitavo mês de 2021 alcançando não só o melhor preço do ano, mas de todos os tempos. Porém, comparativamente ao desempenho de meses recentes, apresentou comportamento mais moderado, sinalizando estar em vias de atingir o limite de preços.

Tome-se como referência os meses de junho e julho passados. No primeiro, o preço alcançado no encerramento do mês foi quase 6% superior ao registrado na abertura do período. Já em julho (a despeito de, nos dois meses, os preços recuarem na segunda quinzena), o incremento entre o primeiro e o último dia do mês aproximou-se dos 12%.

Em agosto corrente não está sendo assim. Porque, após o pico atingido e mantido entre os dias 5 e 9, ocorreu retrocesso lento mas quase contínuo e, com isso, o mês está sendo encerrado (dados preliminares) com valor inferior ao da abertura – uma redução pequena, é verdade (em torno de 1%), mas ainda assim uma redução.

A situação atual não chega a ser muito diferente daquela registrada há um ano, pois, em agosto de 2020, o mês foi encerrado com, praticamente, a mesma cotação da abertura. Mas o que fez a diferença então foi, na sequência, a forte valorização da carne bovina e do boi, fator que deu sustentação à valorização de frangos e suínos.

Agora, parece não haver dúvidas de que carne bovina e boi alcançaram nível de valorização difícil de ultrapassar nas atuais condições econômicas internas e externas. E, como sempre, os efeitos da estabilização ou, mesmo, de um eventual retrocesso, tendem a recair também sobre as duas outras carnes.

Por ora, em oito meses, o frango abatido alcança valor quase 50% superior ao de idêntico período de 2020. Mas, está claro, o incremento se deve, muito mais, aos baixos preços do ano passado do que, propriamente, à valorização do produto.

Aliás, os “ganhos” obtidos neste ano não representam valorização, apenas a tentativa de acompanhar – sem sucesso - o contínuo evoluir do custo.



Acompanhe as últimas Edições da Revista do AviSite e Revista do OvoSite

  


Fonte: AviSite
Autor: Redação






COMENTÁRIOS



NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS



















NOTÍCIAS MAIS LIDAS
5 dias
30 dias
NOSSOS PARCEIROS
REVISTA ONLINE

Clique acima para acessar o leitor digital ou abaixo para Download do PDF