Revista do AviSite
Revista do Ovo
Encartes Especiais
Notícias
Informativo Semanal
Informativo Diário
Info Estatísticas
Canal Agroceres
PecSite
SuiSite
OvoSite
Trabalhos Técnicos
Canal Agroceres
Legislação
Busca Avançada
Cadastre-se
Contato
Anuncie
Patrocinadores
Sexta-feira, 07/05/2021
Siga-nos:
Notícias Informativo Semanal Informativo Diário Info Estatísticas Canal Agroceres
NOTÍCIAS
Carne de frango: no mix de 2020, melhor evolução de preços ficou com a asa




Campinas, 04/02/2021


“Pena que o frango tenha somente duas asas”, deve lamentar o setor frigorífico. Porque, na comercialização, é o item com melhor preço. E, também, com a maior valorização. Pelo menos em 2020: cerca de 21,5% a mais que na média do ano anterior.

Após a asa, quem surge na sequência é o peito de frango. Mas com menos de 60% do valor alcançado pela asa. O pior, porém, é que em 2020 o preço médio do peito ficou 5,33% abaixo da média registrada em 2019.

Foi a única exceção. Pois o outro principal corte negociado pelo setor, a coxa, valorizou-se pouco mais de 9%. Com isso, seu preço correspondeu a 99% do valor do peito. O que significa, também, que a anterior diferença entre os dois cortes mais nobres do frango desapareceu (quatro anos atrás, em 2017, o peito alcançou preço mais de 25% superior ao da coxa).

Como não agrega qualquer valor em relação aos seus cortes, o frango inteiro tem, naturalmente, o menor preço. Mas a diferença em relação a peito e coxa não parece ser das mais significativas, pois inferior a 15%. Já em comparação à asa, a diferença não ficou muito distante dos 100%. Ou seja: pena que o frango tenha somente duas asas.




Acompanhe as Edições de Dezembro: Revista do AviSite e Revista do Ovo

  


Fonte: AviSite
Autor: Redação






COMENTÁRIOS



NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS



















NOTÍCIAS MAIS LIDAS
5 dias
30 dias
NOSSOS PARCEIROS
REVISTA ONLINE

Clique acima para acessar o leitor digital ou abaixo para Download do PDF