Revista do AviSite
Revista do Ovo
Encartes Especiais
Notícias
Informativo Semanal
Informativo Diário
Info Estatísticas
PecSite
SuiSite
OvoSite
Trabalhos Técnicos
Legislação
Busca Avançada
Cadastre-se
Contato
Anuncie
Patrocinadores
Sábado, 23/01/2021
Siga-nos:
Notícias Informativo Semanal Informativo Diário Info Estatísticas
NOTÍCIAS
Rússia e a carne de frango: de maior importadora a exportadora do produto; até para a China!




Campinas, 07/10/2020


Maior importadora mundial de carne de frango até o início deste século (em 2001 importou perto de 1,3 milhão de toneladas, mais de 80% fornecidas pelos EUA), a Rússia tornou-se autossuficiente e, hoje, exporta o produto. Não por acaso, até para a China que, em 2020, torna-se a principal cliente da indústria de frangos russa.

Pelas mais recentes avaliações do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA), em 2020 a Rússia deve produzir pouco mais de 4,7 milhões de toneladas de carne de frango, ou seja, mais de 3,5 vezes o importado no início deste século.

Não deixou de ser importadora (exceto dos EUA): no corrente exercício deve importar cerca de 220 mil toneladas de carne de frango, cerca de 1,6% menos que o registrado em 2019, ocasião em que importou perto de 224 mil toneladas, 28% delas provenientes do Brasil (o maior fornecedor, com 60% do total, é a vizinha Belarus, antiga Bielorrússia).

O mais curioso, porém, é que a Rússia vem exportando quase o mesmo volume importado. No ano passado foram 172 mil toneladas, volume que neste ano deve aumentar 25% e chegar às 215 mil toneladas, ou seja, quase 98% do total importado.

Mas a Rússia não para aí. Pois a previsão do USDA é a de que em 2021 se tornará exportadora líquida. Neste caso a projeção é a de que importe 210 mil toneladas, perto de 5% menos que em 2019, e exporte 220 mil toneladas, 2,3% mais que neste ano.

O mais provável, porém, é que esses volumes sejam superados. Pois só no primeiro semestre de 2020 a Rússia já exportou quase 60% mais que no mesmo período de 2019, chegando às 111.439 toneladas.

Desse total, conforme o USDA, 76.753 toneladas tiveram por destino o mercado chinês, aberto para o frango russo desde maio de 2019. Pouco mais de 55% desse volume estiveram representados por pés/patas, outros 33% por asas e pouco mais de 10% por coxa/sobrecoxa de frango, item que, no início desta década, sustentava as exportações dos EUA para a Rússia.




Acompanhe as Edições de Setembro: Revista do AviSite e Revista do Ovo

         


Fonte: AviSite
Autor: Redação






COMENTÁRIOS



NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS



















NOTÍCIAS MAIS LIDAS
5 dias
30 dias
NOSSOS PARCEIROS
REVISTA ONLINE

Clique acima para acessar o leitor digital ou abaixo para Download do PDF