Revista do AviSite
Revista do Ovo
Encartes Especiais
Notícias
Clippings
Informativo Semanal
Informativo Diário
Info Estatísticas
AviGuia
OvoSite
Trabalhos Técnicos
Legislação
Busca Avançada
Cadastre-se
Contato
Anuncie
Patrocinadores
Segunda-feira, 21/09/2020
Siga-nos:
Notícias Clippings Informativo Semanal Informativo Diário Info Estatísticas
NOTÍCIAS
José Carlos Godoy é homenageado durante a Conferência FACTA WPSA-Brasil 2020




Campinas, 12/08/2020 | 09:31 -


José Carlos Godoy, um dos jornalistas mais respeitados e conceituados da avicultura brasileira, foi homenageado ontem durante a Conferência FACTA WPSA-Brasil 2020.

Com atuação exclusiva no setor avícola desde 1969, em 1981 Godoy foi contratado pela então recém-fundada Associação Brasileira dos Produtores de Pintos de Corte (APINCO) para atuar na organização da entidade e do próprio setor representado, então experimentando decisiva fase de evolução.

Como Secretário Executivo, implantou, então, um inédito sistema de levantamento da produção mensal de pintos de corte que se estendeu a nível nacional e foi se ampliando no decorrer do tempo, a ponto de disponibilizar para todo o setor avícola, além da produção de pintos de corte propriamente dita, detalhes do alojamento por Estado, projeções da produção e da disponibilidade brasileira de carne de frango e, com estas, a evolução do consumo per capita de carne de frango no País. Foi o primeiro retrato fiel da indústria do frango no Brasil. E, por décadas, também o único.

Mas o que de melhor José Carlos Godoy encontrou na APINCO foi um grupo de produtores avícolas (diretores e associados) profundamente ansioso em transformar a avicultura da época, considerada romântica, em uma atividade verdadeiramente empresarial e – o mais importante – baseada na técnica, não mais em achados empíricos.

Com esse objetivo e a atuação intensiva de seu Secretário Executivo, a entidade, ele criou um Departamento Técnico no qual congregou alguns dos mais importantes técnicos avícolas da época. Não só médicos veterinários, engenheiros agrônomos e zootecnistas integrantes das grandes empresas atuantes direta e indiretamente na avicultura, mas também catedráticos e pesquisadores de universidades e institutos de pesquisa. Foi aí que começou, na avicultura, a integração empresa-escola. Ao Secretário Executivo coube a tarefa de coordenar e concretizar os inúmeros planos então desenvolvidos e que envolviam, de um lado, os aspectos empresariais do setor representado e, de outro, a atualização técnica que todos buscavam.

Foi nesse contexto que se implantou, ainda nos primeiros anos da década de 1980, o Seminário dos Produtores de Pintos de Corte, evento técnico-científico que jamais esteve restrito aos produtores de pintos de corte, pois a APINCO e seu corpo técnico se preocuparam, desde os planos iniciais, com a avicultura como um todo, não com este ou aquele segmento específico.

Na mesma linha de raciocínio foram desenvolvidos variados cursos de atualização técnica para diferentes setores da avicultura, nas áreas de corte e de postura, e que, por sua vez, geraram publicações e livros técnicos alguns dos quais se tornaram referência internacional para o setor avícola.

Em meio a tudo isso, o Seminário veio crescendo. Tornou-se Conferência APINCO de Ciência e Tecnologia Avícolas, transformando-se em encontro de âmbito internacional. E como todo o conjunto de iniciativas técnicas extrapolou as dimensões e os próprios objetivo da APINCO, surgiu a proposta de criação de uma entidade específica para levar adiante a parte técnica então em andamento.

Ao Secretário Executivo foi dada a incumbência (1988) de corporificar a nova entidade – uma Fundação, para a qual elaborou os Estatutos Sociais, atendendo aos complexos trâmites burocráticos que envolvem a criação das fundações. Aprovados os Estatutos - primeiro pelo Curador de Fundações, depois, pelos afiliados da APINCO – em 1989 criou-se, oficialmente a Fundação APINCO de Ciência e Tecnologia Avícolas (FACTA).

Visando à consolidação da entidade, tornou-se o primeiro Secretário Executivo da FACTA, posição que ocupou por algumas gestões e na qual projetou e lançou a revista Avicultura – Ciência & Tecnologia, de ampla repercussão no meio avícola, destinada a divulgar não só as atividades e iniciativas da Fundação mas também matérias de atualização técnica de interesse do setor.

Já nos anos 2000, foi convidado a ocupar o cargo de Conselheiro Curador da FACTA, como representante da APINCO. Permaneceu nessa função até 2019, ano em que se afastou da APINCO.

Mas continua ativo acompanhando o dia a dia da avicultura. Pois em meio a todas essas atividades, na virada do milênio - em trabalho conjunto com o filho Paulo Godoy, recém-egresso da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da Universidade de São Paulo (USP) – desenvolveu e implantou o AviSite, portal de notícias e informações avícolas.

Lançado oficialmente em 2001, na então Conferência APINCO de Ciência e Tecnologia Avícolas (hoje, Conferência FACTA), o AviSite foi o primeiro veículo virtual de comunicação dinâmica (notícias diárias) com a avicultura brasileira, iniciativa logo seguida por outras empresas.

Embora abrangente, enfocando toda a avicultura, o AviSite deu origem ao OvoSite – específico para o setor de postura – e a duas publicações de maior periodicidade: a Revista do AviSite e a Revista do Ovo.

É a esse conjunto de veículos que, hoje, o ex-Secretário Executivo da APINCO e da FACTA dedica total atenção e, através deles, procura transmitir as informações de maior importância e de maior interesse do setor – sejam elas comerciais, técnicas, financeiras, políticas ou empresariais. Porque só a boa informação mantém a avicultura brasileira como uma das maiores aviculturas do mundo.


José Carlos Godoy: “Estou profundamente honrado com a homenagem. Estamos juntos na FACTA há mais de 31 anos. Posso dizer que pude contribuir para a avicultura e fazer algo pelo setor e pela FACTA. Eu reconheci na avicultura como uma das atividades mais evoluídas do agronegócio, como uma grande produtora de alimentos, essenciais para a nutrição humana, como a carne de frango e ovos. Quero agradecer a todos que estiveram comigo nessa jornada. Técnicos, catedráticos e a todo grupo da FACTA, gente de todos os escalões, demonstraram sempre uma grande devoção pela avicultura. Após 50 anos no setor, hoje eu posso dizer que nunca duvidei da minha opção pela avicultura. A FACTA, com esse reconhecimento, mostra que sempre estive mo caminho certo. Quero continuar prestando serviço ao setor e levar informações para o desenvolvimento da atividade”.


Fonte: AviSite
Autor: Redação




COMENTÁRIOS



NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS












NOTÍCIAS MAIS LIDAS
5 dias
30 dias
NOSSOS PARCEIROS
REVISTA ONLINE

Clique acima para acessar o leitor digital ou abaixo para Download do PDF