Revista do AviSite
Revista do Ovo
Encartes Especiais
Notícias
Clippings
Informativo Semanal
Informativo Diário
Info Estatísticas
AviGuia
OvoSite
Trabalhos Técnicos
Legislação
Busca Avançada
Cadastre-se
Contato
Anuncie
Patrocinadores
Terça-feira, 29/09/2020
Siga-nos:
Notícias Clippings Informativo Semanal Informativo Diário Info Estatísticas
NOTÍCIAS
Austrália registra caso de Influenza Aviária de alta patogenicidade




Campinas, 05/08/2020 | 07:43 -


Em notificação transmitida à Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), o Departamento de Agricultura, Águas e Meio Ambiente da Austrália oficializou a ocorrência, no país, de surto de Influenza Aviária de alta patogenicidade – ocorrência rara na avicultura australiana.

De toda forma, a notificação – datada de 31 de julho de 2020 – ressalta tratar-se de recorrência de caso registrado no início de 2014, envolvendo vírus do tipo H7N7.

Ao contrário de outras notificações do gênero, a presente notificação do governo australiano não específica o tipo de criação avícola afetada: cita apenas “birds”, sem esclarecer se são frangos, poedeiras, reprodutoras, perus ou avestruzes.

Porém, notícias da imprensa australiana dão conta de que o caso, ocorrido em uma granja da cidade de Lethbridge, no estado de Vitória, envolve poedeiras criadas ao ar livre – prática intensa e intensivamente preconizada naquele país pelos defensores do bem-estar animal e adotada paulatinamente pelos avicultores australianos.

Os detalhes dão conta de que se trata de uma criação ao ar livre com dois lotes separados entre si, totalizando 43.500 poedeiras. Em um dos lotes (exatamente 21.750 aves, aponta a notificação transmitida à OIE) todas as aves foram afetadas. No outro não foi detectado qualquer sinal clínico da doença. Morreram em consequência da contaminação 1.669 poedeiras – 3,84% do total ou 7,67% do lote afetado.

Embora declare “desconhecida ou inclusiva” a origem do presente caso, o Departamento de Agricultura da Austrália levanta como hipótese a transmissão por aves silvestres. E aí se encontra um dos grandes desafios (talvez o maior) da avicultura na atualidade: como atender aos anseios de criações à solta visando ao bem-estar animal e, ao mesmo tempo, impedir a contaminação causada por aves silvestres - sobretudo as migratórias, portadoras quase naturais e assintomáticas do vírus da Influenza Aviária?


Fonte: AviSite
Autor: Redação






COMENTÁRIOS



NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS












NOTÍCIAS MAIS LIDAS
5 dias
30 dias
NOSSOS PARCEIROS
REVISTA ONLINE

Clique acima para acessar o leitor digital ou abaixo para Download do PDF