Revista do AviSite
Revista do Ovo
Encartes Especiais
Notícias
Clippings
Informativo Semanal
Informativo Diário
Informativo Estatísticas
AviGuia
OvoSite
Trabalhos Técnicos
Legislação
Busca Avançada
Cadastre-se
Contato
Anuncie
Patrocinadores
Terça-feira, 14/07/2020
Siga-nos:
Notícias Clippings Informativo Semanal Informativo Diário Informativo Estatísticas
NOTÍCIAS
Carne de frango: potencial de produção 1,5% maior no primeiro semestre de 2020




Campinas, 26/06/2020 | 07:32 -


Atualizadas – com base em novos dados sobre o alojamento interno de pintos de corte e sobre o abate inspecionado de frangos no primeiro trimestre de 2020 – as projeções do AviSite em relação ao potencial brasileiro de produção de carne de frango nos seis primeiros meses do corrente exercício indicam volume perto de 1,5% superior ao de idêntico período de 2019.

Poderia ter sido mais. Porém, é sabido, a retração do consumo em decorrência das medidas adotadas em torno da prevenção da Covid-19 forçou o setor a reduzir a produção de pintos de corte e, por decorrência, a de carne de frango.

Com isso, pela primeira vez no espaço de 12 meses, em junho corrente o volume de cabeças de frango prontas para abate apresenta retração em comparação ao mesmo mês do ano passado, resultado que (aceito também o peso médio do frango abatido apontado pelo IBGE para o 1º trimestre deste ano) se reflete de forma mais incisiva no potencial de produção de carne de frango, o menor dos últimos 16 meses – algo que ajuda a explicar a ligeira recuperação de preços do frango abatido neste mês.

Supondo-se, ainda, a manutenção do mesmo peso médio dos três primeiros meses do ano, o total produzido no 2º trimestre também ficará negativo. E não só em relação ao mesmo trimestre do ano passado, mas também em comparação ao trimestre anterior, o primeiro de 2020. Aliás, retrocedendo um pouco mais, esta pode ser a menor produção dos últimos seis trimestres.

O potencial de produção de carne de frango estimado pelo AviSite tem como parâmetros o alojamento interno de pintos de corte (levantamento mensal da APINCO) e os abates sob inspeção (levantamento trimestral do IBGE indicando o número de cabeças abatidas e o volume de carne produzida). Sobre o total de pintos alojados aplica-se viabilidade de 96% e abate às 6 semanas de idade (42 dias), o resultado obtido apontando o número de cabeças abatidas no mês. Para estimar o potencial de produção de carne toma-se o peso médio obtido a partir dos dados do IBGE (os pesos médios do 2º trimestre e do 1º semestre de 2020 são preliminares).



Fonte: AviSite
Autor: Redação




COMENTÁRIOS



NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS












NOTÍCIAS MAIS LIDAS
5 dias
30 dias
NOSSOS PARCEIROS
REVISTA ONLINE