Revista do AviSite
Revista do Ovo
Encartes Especiais
Notícias
Clippings
AviGuia
OvoSite
Trabalhos Técnicos
Legislação
Busca Avançada
Contato
Anuncie
Patrocinadores
Segunda-feira, 24/02/2020
Siga-nos:
Notícias Clippings
NOTÍCIAS
Para Greenpeace, apetite britânico por frangos ajuda a desmatar América Latina




Campinas, 22/01/2020 | 08:17

Fonte: AviSite | Autor: Redação

Se a guerrilha interna contra o consumo da carne de frango anda feia (vide ”ABPA protesta de forma veemente contra 'segunda sem carne' da Natura”, bem pior e mais preocupante é a guerra externa: ontem, o Greenpeace divulgou em Londres manifesto onde afirma que o apetite dos britânicos por frangos ajuda a desmatar a América Latina”.

No manifesto o Greenpeace observa que nas duas últimas décadas caiu consideravelmente no Reino Unido a demanda por carne bovina, ovina e suína. E ressalta que seu substituto vem sendo a carne de frango.

Atropelando o fato de que essa é uma tendência natural e universal, o Greenpeace afirma que a redução de consumo observada no Reino Unido advém da preocupação, dos britânicos, com o meio ambiente, a saúde e o bem-estar animal. E conclui: come-se menos carne vermelha e mais frango, mas com isso os britânicos contribuem, sem o saber, com o desmatamento na América Latina.

O argumento principal, no caso, é o mesmo adotado pela Natura: alimentos de origem animal como a carne de frango exigem soja. Que – acusa o Greenpeace – provém de áreas desmatadas.

Ressalve-se: em nenhum momento o Greenpeace questiona o frango brasileiro. São foco da “denúncia” os “mais de um bilhão de frangos sacrificados anualmente no Reino Unido”.

Em um outro manifesto o Greenpeace menciona, em tom acusatório, que os supermercados britânicos estão promovendo fortemente a venda de carne de frango e aumentando seus preços. Ou seja: atropela também o fato de que, nos últimos meses, as carnes em geral experimentaram forte valorização em decorrência da Peste Suína Africana em países asiáticos.

Contra a peça acusatória da Natura, a ABPA, aparentemente, atuou sozinha. No caso do Greenpeace outros agentes envolvidos na questão devem se manifestar, pois a ONG faz menção direta a tradings como a ADM, Bunge e Cargill.





COMENTÁRIOS



NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS












NOTÍCIAS MAIS LIDAS
5 dias
30 dias
NOSSOS PARCEIROS
REVISTA ONLINE

Receba as melhores informações sobre avicultura por e-mail.
Nome:
E-mail: