Revista do Avisite
Revista do Ovo
Encartes Especiais
Notícias
Clippings
AviGuia
OvoSite
Trabalhos Técnicos
Agenda
Legislação
Busca Avançada
Contato
Anuncie
Patrocinadores
Terça-feira, 28/01/2020
Siga-nos:
Notícias Clippings
NOTÍCIAS
Frango vivo tem a pior relação de preços com o boi em pé de todos os tempos




Campinas, 05/12/2019 | 07:51

Fonte: AviSite | Autor: Redação

Considerados os preços atualmente registrados pelo boi em pé e pelo frango vivo no interior paulista – ao redor de R$230,00/arroba e, no máximo, R$3,20/kg, respectivamente – constata-se que o valor recebido pelo avicultor por quilograma de frango comercializado corresponde (no máximo, nunca será demais repetir) a 20% do valor pago ao pecuarista pelo mesmo volume de boi em pé (valor da arroba convertido em quilogramas).

Pois essa é, aparentemente, a pior (para o frango) relação de preços registrada pelos dois produtos em todos os tempos. E, curiosamente, sucede (com poucos meses de diferença) a melhor relação de preços registrada nos últimos seis anos e meio.

Rememorando, em meados do primeiro semestre de 2019, após meses de alta oferta e baixa remuneração, a produção de frangos sofreu forte retração. Foi quando se atingiu a melhor cotação - de 2019 e, nominalmente, de todos os tempos – R$3,60/kg. Então, enfrentando a desvalorização típica do período de entressafra, os preços do boi refluíam ao menor valor do corrente exercício – pouco mais de R$150,00/arroba. Foi quando a relação de preços entre os dois produtos chegou a 35%.

Notar, porém, que o frango já registrou momentos bem melhores que esse. Em 2012, por exemplo, após quase todo um exercício de elevados custos, de alta produção e de baixo retorno financeiro, o setor, como um todo, sofreu um esvaziamento que culminou em profunda redução da oferta e, naturalmente, em significativa recuperação de preços. Na ocasião, o preço do frango vivo alcançou valor superior a 45% do preço do boi em pé.

De forma geral, os casos extremos ora apontados (inclusive a baixa relação atual) são anormais, o que não significa que os preços do frango não sejam decrescentes no decorrer do tempo. Vinte anos atrás, em 1999, a relação entre os dois produtos ficou em 41%; dez anos depois (2009) recuou para 39,5%; neste ano se encontra em 38,5%.



A Revista do AviSite e a Revista do Ovo já estão disponíveis! É só acessar!

  





COMENTÁRIOS



NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS












NOTÍCIAS MAIS LIDAS
5 dias
30 dias
NOSSOS PARCEIROS
REVISTA ONLINE

Receba as melhores informações sobre avicultura por e-mail.
Nome:
E-mail: