Revista do Avisite
Revista do Ovo
Encartes Especiais
Notícias
Clippings
AviGuia
AviSite
OvoSite
Trabalhos Técnicos
Agenda
Cobertura
Legislação
Banco de Currículos
Relatórios
Busca Avançada
Contato
Anuncie
Patrocinadores
Quinta-feira, 12/12/2019
Siga-nos:
Notícias Clippings
NOTÍCIAS
Desempenho do frango (vivo e abatido) na 45ª semana de 2019




Campinas, 11/11/2019 | 06:44

Fonte: AviSite | Autor: Redação

Na segunda semana de novembro, a 45ª de 2019, o frango abatido alcançou o melhor preço dos últimos seis meses. Em flagrante oposição, o frango vivo retrocedeu à menor cotação dos últimos oito meses.

Nos dois últimos dias de negócios da semana passada, 7 e 8, o frango abatido (base: produto resfriado, comercializado no Grande Atacado da cidade de São Paulo) foi comercializado por valores que variaram entre R$4,40/kg e R$4,50/kg. Encostou, assim, no recorde do ano – R$4,45-4,55/kg, valor alcançado nos primeiros dias de maio passado.

Mas o que mais chamou a atenção na semana foi o fato de as cotações do período terem se descolado daquelas registradas um ano atrás. Assim, depois de chegar à penúltima semana de outubro com valor médio 2,5% inferior ao de um ano antes e, na semana seguinte, obter ganho de apenas 1%, o frango abatido obteve, na semana passada, ganho de mais de 3% sobre a mesma semana de 2018.

Agora, decorridos apenas os seis primeiros dias de negócios do mês, o valor médio registrado – R$4,36/kg – apresenta valorização de 9,22% sobre o mês anterior e de pouco mais de 3,5% sobre novembro de 2018. Em termos mensais essa é, também, a segunda melhor média de 2019, pois fica aquém, apenas, dos R$4,38/kg de abril passado.

Já o frango vivo não só rompeu uma estabilidade de preço próxima de completar 150 dias sem qualquer alteração, mas também seguiu caminho inverso ao do frango abatido, pois sofreu (no final de semana, sofreu uma baixa que fez seu preço retroceder ao menor valor registrado no interior paulista desde meados de março passado.

Notar, de toda forma (gráfico abaixo), que tanto o frango vivo como o abatido mantêm o mesmo comportamento de um ano atrás, no mesmo período. Ou seja: enquanto o abatido experimentava forte valorização, a ave viva também perdia preço. Neste caso, após uma queda por volta do dia 7 de novembro, o preço então praticado estabilizou-se por cerca de um mês.



A Revista do AviSite e a Revista do Ovo já estão disponíveis! É só acessar!

  






NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS












NOTÍCIAS MAIS LIDAS
5 dias
30 dias
NOSSOS PARCEIROS
REVISTA ONLINE

Receba as melhores informações sobre avicultura por e-mail.
Nome:
E-mail: