Revista do Avisite
Revista do Ovo
Encartes Especiais
Notícias
Clippings
Informativo Semanal
Informativo Diário
AviGuia
AviSite
OvoSite
Trabalhos Técnicos
Agenda
Cobertura
Legislação
Banco de Currículos
Relatórios
Busca Avançada
Contato
Anuncie
Patrocinadores
Quarta-feira, 13/11/2019
Siga-nos:
Notícias Clippings Informativo Semanal Informativo Diário
NOTÍCIAS
Carne de segunda x carne de frango: relação de preços no varejo paulistano




Campinas, 23/09/2019 | 06:36

Fonte: AviSite | Autor: Redação

Dados do PROCON-SP mostram que 10 anos atrás, em 2009, o consumidor paulistano adquiria, pelo preço de 1 (um) quilograma de carne bovina de segunda, cerca de 2,332 kg de carne de frango resfriada. Neste ano (dados do primeiro semestre) esse volume foi quase 21% maior, um quilograma de carne bovina de segunda sendo suficiente para adquirir 2,815 kg de carne de frango.

Para o consumidor da carne de frango essa vem sendo, praticamente, a segunda melhor relação dos últimos 11 anos. Pois o volume atual se iguala (com diferenças mínimas) aos registrados em 2014 e 2015, ficando aquém, somente, do registrado em 2017, ano em que – devido à queda das exportações (efeito da Operação Carne Fraca) e à elevação da oferta interna – o preço do frango comercializado internamente recuou aos menores valores da década.

É oportuno registrar que o menor nível registrado nesta década (2,061/kg em 2012) foi determinado, conforme os dados do Procon-SP, por movimentos opostos das duas carnes, ou seja, baixa de quase 4% no preço médio da carne de segunda e alta de 20% no preço médio do frango abatido resfriado.

Comparativamente ao valor médio registrado 10 anos atrás, em 2019 (média do período janeiro-julho), o frango abatido resfriado custou quase o dobro no varejo da cidade de São Paulo, já que seu preço passou de R$3,43/kg para R$6,67 /kg, 94% de aumento.

Parece muito, mas o concorrente mais próximo – a carne bovina de segunda – teve aumento bem maior: em 2009 seu preço médio foi de R$8,00/kg; neste ano passou para R$18,77/kg. Incremento, portanto, de quase 135%. Com isso, a relação de preços entre os dois produtos caiu de 42,88% em 2009 para pouco mais de 35% no primeiro semestre deste ano.



A Revista do AviSite e a Revista do Ovo já estão disponíveis! É só acessar!







NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS












NOTÍCIAS MAIS LIDAS
5 dias
30 dias
NOSSOS PARCEIROS
REVISTA ONLINE

Receba as melhores informações sobre avicultura por e-mail.
Nome:
E-mail: