Revista do Avisite
Revista do Ovo
Encartes Especiais
Notícias
Clippings
Informativo Semanal
Informativo Diário
AviGuia
AviSite
OvoSite
Trabalhos Técnicos
Agenda
Cobertura
Legislação
Banco de Currículos
Relatórios
Busca Avançada
Contato
Anuncie
Patrocinadores
Quarta-feira, 16/10/2019
Siga-nos:
Notícias Clippings Informativo Semanal Informativo Diário
NOTÍCIAS
Carne de frango: disponibilidade interna aparente aumenta quase 5% no ano




Campinas, 19/09/2019 | 06:34

Fonte: AviSite | Autor: Redação

Deduzido do potencial de produção estimado (base: alojamento de pintos de corte divulgado pela APINCO) os volumes mensalmente exportados (dados da SECEX/ME), conclui-se (tabela abaixo) que a disponibilidade interna aparente de carne de frango nos oito primeiros meses de 2019 aumentou 4,71% em relação a idêntico período de 2018,superando ligeiramente a marca de 6,820 milhões de toneladas.

Como assim? – indagarão os que acompanham mais atentamente a evolução desse indicador. A pergunta é pertinente, pois no fechamento do primeiro semestre as estimativas indicavam redução – ressaltando: redução – de praticamente 1% na disponibilidade interna. De que maneira explicar a reversão ocorrida em apenas um bimestre (julho/agosto)?

É verdade que o potencial de produção do bimestre apresentou índice de expansão de 8% em relação a julho/agosto de 2018. Mas, aqui, não houve um incremento real no volume produzido: a base do ano passado é que foi baixa (greve dos caminhoneiros). Assim, o aumento apontado na disponibilidade aparente decorre, exclusivamente, da queda nas exportações. Que – pelos dados da SECEX/ME – sofreram redução de quase 150 mil toneladas no bimestre, recuando mais de 17% em relação a julho/agosto do ano passado.

Em função desse fraco desempenho, a oferta interna aparente – quase 1% menor no fechamento do primeiro semestre – aumentou 23% no bimestre julho/agosto, fazendo com que o acumulado em oito meses apresentasse aumento de 4,71%.

Mas – agora somos nós que levantamos a indagação – dá para acreditar? A verdade é que os cálculos (estimativas) estão corretos, mas a realidade é diferente. E se alguém se lembra, dias atrás a ABPA mencionou que “questões burocráticas” foram responsáveis pelos fracos resultados das exportações em agosto. Ou seja: o volume até agora exportado parece estar sendo maior que o apontado pelos números oficiais.

Em resumo, deve estar ocorrendo aumento na disponibilidade interna, visto que os preços alcançados pelo frango abatido já não se sustentam como em meses anteriores. Porém, o incremento registrado deve ser bem inferior ao sugerido pelos números levantados a partir das informações oficiais.



A Revista do AviSite e a Revista do Ovo já estão disponíveis! É só acessar!








NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS












NOTÍCIAS MAIS LIDAS
5 dias
30 dias
NOSSOS PARCEIROS
REVISTA ONLINE

Receba as melhores informações sobre avicultura por e-mail.
Nome:
E-mail: