Revista do Avisite
Revista do Ovo
Encartes Especiais
Notícias
Clippings
Informativo Semanal
Informativo Diário
AviGuia
AviSite
OvoSite
Trabalhos Técnicos
Agenda
Cobertura
Legislação
Banco de Currículos
Relatórios
Busca Avançada
Contato
Publicidades
Patrocinadores
Quarta-feira, 21/08/2019
Siga-nos:
Notícias Clippings Informativo Semanal Informativo Diário
NOTÍCIAS
Embarques de carne de frango no mês já superam as 145 mil toneladas




Campinas, 16/07/2019 | 08:07

Fonte: AviSite | Autor: Redação

De acordo com a SECEX/ME, os embarques de carne de frango in natura das duas primeiras semanas de julho corrente alcançaram média diária de 16.181 toneladas e somam pouco mais de 145,6 mil toneladas.

Os mais atentos notarão haver aí alguma incongruência. Pois as duas primeiras semanas deste mês (1 a 13) tiveram exatos 10 (dez) dias úteis. Assim, considerada a média diária apontada, o volume acumulado no período deveria superar as 160 mil toneladas.

O que ocorre aqui é que – para a SECEX/ME – essas duas semanas tiveram nove dias úteis. Ou seja: aparentemente, os resultados da segunda semana do mês excluem os embarques da sexta-feira, 12. Daí, por exemplo, o fato de o volume exportado no período ter se resumido a apenas 58.860 toneladas, enquanto nos cinco dias da semana anterior ficaram em 86.768 toneladas.

De toda forma isso não anula o fato de os embarques diários se situarem, por ora, em 16.181 toneladas, resultado que representa redução de 14% sobre o mês anterior e de 19% sobre julho de 2018.

À primeira vista catastróficas, essas reduções tendem a ser (senão totalmente) neutralizadas pelo maior número de dias úteis deste mês de julho: 23 ao todo, contra apenas 19 de junho passado. Dessa forma, mantida a média diária registrada nos primeiros nove dias úteis levantados pela SECEX/ME, o volume do mês chegará às 372 mil toneladas, resultado que significa incremento mensal de pouco mais de 4%.

Já em relação a julho de 2018 (438,6 mil toneladas) vislumbra-se queda superior a 15%. Porém, essa redução, se for confirmada, precisa ser encarada com cautela, pois está claro que os dados de um ano atrás foram superdimensionados por mudanças na metodologia de acompanhamento das exportações por parte da SECEX/ME. Assim, se o retrocesso se confirmar (o que é pouco provável), será bem menor que o ora apontado.

A registrar, ainda, que o preço médio até aqui registrado (US$1.685,63/t) sofreu pequena redução em relação à semana inicial do mês. Mas ainda se mantém 4% e 12% acima dos valores alcançados, respectivamente, em junho passado e em julho de 2018.





A Revista do AviSite e a Revista do Ovo já estão disponíveis! É só acessar!


          






NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS












NOTÍCIAS MAIS LIDAS
5 dias
30 dias
NOSSOS PARCEIROS
REVISTA ONLINE

Receba as melhores informações sobre avicultura por e-mail.
Nome:
E-mail: