Revista do Avisite
Revista do Ovo
Encartes Especiais
Notícias
Clippings
Informativo Semanal
Informativo Diário
AviGuia
AviSite
OvoSite
Links
Trabalhos Técnicos
Vídeos
Agenda
Cobertura
Legislação
Banco de Currículos
Classificados
Relatórios
Busca Avançada
Contato
Publicidades
Patrocinadores
Assine já
Segunda-feira, 19/11/2018
Siga-nos:
Notícias Clippings Informativo Semanal Informativo Diário
NOTÍCIAS
Frango, ovo, milho e inflação em outubro de 2018




Campinas, 09/11/2018 | 07:03

Fonte: AviSite | Autor: Redação

Embora seus preços continuem evoluindo bem aquém da inflação acumulada desde a implantação do Real (1994), frango vivo e milho mantêm, nos últimos meses, quase a mesma paridade de preços registrada há pouco mais de 24 anos.

Detalhando, na época do advento do Real o produtor necessitava de 12,8 kg de frango vivo para adquirir uma saca de milho. Em outubro passado, com o frango cotado a pouco mais de R$3,19/kg e o milho comercializado por R$38,52/saca, o grão pode ser adquirido com cerca de 12,1 kg de aves vivas, ou seja, 5,5% menos que em 1994, diferença pouco significativa dado o espaço de tempo decorrido (quase 300 meses).

Já com o ovo, a situação atual é, comparativamente, muitíssimo diferente. E preocupante. Retrocedendo no tempo, na época de implantação do Real o produtor de ovos adquiria, com uma caixa do produto, 2,5 sacas de milho. Ou – adotando o mesmo raciocínio aplicado ao frango – necessitava de menos de 12 dúzias de ovos para adquirir uma saca de milho.

Pois bem: em outubro passado a mesma caixa de ovos brancos extra utilizada para o cálculo inicial foi comercializada por R$50,12. E isto, considerados os R$38,52 da saca de milho, propiciou a compra de 1,3 saca do grão – quase 50% menos que há (quase) um quarto de século atrás. Ou, tomando como padrão a dúzia de ovos, foram necessárias cerca de 23 dúzias de ovos para a aquisição de uma saca de milho – quase o dobro do estimado para 1994.

De toda forma, os três produtos – frango vivo, ovo e milho – perdem para a inflação acumulada apontada pelo IGP-DI. O preço do frango fechou outubro com 177 pontos percentuais aquém do índice inflacionário, enquanto para o milho essa diferença a menos superou ligeiramente os 200 pontos percentuais.

Mas para o ovo – que em outubro viu seu preço médio retroceder, nominalmente, ao menor nível dos últimos 45 meses – a diferença é brutalmente significativa. Se tivesse acompanhado o IGP-DI, teria sido comercializado no último mês por algo em torno de R$136,00/caixa. Porém, alcançou pouco mais de um terço desse valor, ficando perto de 450 pontos percentuais aquém do IGP-DI acumulado no período.







NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS












NOTÍCIAS MAIS LIDAS
5 dias
30 dias
NOSSOS PARCEIROS
REVISTA ONLINE
Receba as melhores informações sobre avicultura por e-mail.
Nome:
E-mail: