Revista do Avisite
Revista do Ovo
Encartes Especiais
Notícias
Clippings
Informativo Semanal
Informativo Diário
AviGuia
AviSite
OvoSite
Links
Trabalhos Técnicos
Vídeos
Agenda
Cobertura
Legislação
Banco de Currículos
Classificados
Relatórios
Busca Avançada
Contato
Publicidades
Patrocinadores
Assine já
Terça-feira, 23/10/2018
Siga-nos:
Notícias Clippings Informativo Semanal Informativo Diário
NOTÍCIAS
Frango vivo, ovo, milho e inflação em setembro de 2018




Campinas, 10/10/2018 | 06:28

Fonte: AviSite | Autor: Redação

Calculada pelo Índice Geral de Preços (IGP-DI) da Fundação Getúlio Vargas, a inflação acumulada desde a implantação do real (julho de 1994) como padrão monetário brasileiro ultrapassou em setembro a marca dos 600%. É um índice bem superior aos alcançados pelo frango vivo, milho e, sobretudo, pelo ovo nos quase 300 meses (pouco mais de 24 anos) de vigência da atual moeda.

A perda mais flagrante, não há dúvida, é a do ovo. Com preços decrescentes desde a passagem do período pascal (a alta registrada em junho foi acidental, decorrente de falhas no abastecimento ocasionadas pela greve dos caminhoneiros), o produto encerrou o terceiro trimestre do presente exercício com o segundo menor valor nominal dos últimos três anos. Ou seja, de outubro de 2015 para cá, o preço médio registrado em setembro passado ficou acima, apenas, daquele alcançado em janeiro de 2018.

Mas não só isso. Pois se, desde seu lançamento, o real sofreu desvalorização de 606%, o preço alcançado pelo ovo em setembro passado equivaleu a uma valorização de apenas um terço daquele índice – exatos 202%. Com isso, registrou valor real 57% menor que o alcançado em agosto de 1994.

Com o frango a situação é menos tensa, pois, graças a um incremento de preço de mais de 8% em relação ao mês anterior, fechou setembro com uma valorização pouco superior a 440% na vigência do real. Ou seja: seu preço ainda está cerca de um quarto abaixo da inflação acumulada, mas registra evolução equivalente a mais do dobro da evolução de preço do ovo.

Nessa história, quem continua sofrendo menos é o milho. Que mesmo registrando pequeno recuo de preço no último mês, alcançou neste ano valor 44% superior ao de um ano atrás e experimenta, na era do real, valorização de 462% - acima, portanto, da valorização obtida por frango e ovo.

De toda forma vale observar que milho e frango vivo apresentaram, em setembro, quase a mesma paridade de preços registrada em agosto de 1994. Quer dizer: no tocante ao milho, o poder de compra do frango vivo foi cerca de 5% menor em setembro. Já para o ovo, o recuo anda não muito distante dos 50%. Ou seja: enquanto em 1994 uma caixa de ovos adquiria 2,5 sacas de milho, no momento adquire apenas 1,350 saca.







NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS












NOTÍCIAS MAIS LIDAS
5 dias
30 dias
NOSSOS PARCEIROS
REVISTA ONLINE
Receba as melhores informações sobre avicultura por e-mail.
Nome:
E-mail: