Revista do Avisite
Revista do Ovo
Encartes Especiais
Notícias
Clippings
Informativo Semanal
Informativo Diário
AviGuia
AviSite
OvoSite
Links
Trabalhos Técnicos
Vídeos
Agenda
Cobertura
Legislação
Banco de Currículos
Classificados
Relatórios
Busca Avançada
Contato
Publicidades
Patrocinadores
Assine já
Quarta-feira, 20/06/2018
Siga-nos:
Notícias Clippings Informativo Semanal Informativo Diário
NOTÍCIAS
Desempenho do ovo em fevereiro e no 1º bimestre




Campinas, 01/03/2018 | 08:20

Fonte: AviSite | Autor: Redação

Quando fevereiro começou, o ovo era comercializado por um valor mais de 20% inferior ao registrado um ano antes. Quatro semanas depois, em 28 de fevereiro, o resultado negativo ainda persistia. Mas a diferença a menos apresentava significativa retração: ficou reduzida a não mais que 1%.

Como se vê, nada como a chegada da Quaresma para dar novo – e decisivo – empuxo ao mercado de ovos. O detalhe, desta vez, é que o processo de recuperação começou antes do início da própria Quaresma.

Neste caso, vale lembrar que 2018 foi iniciado de forma bastante preocupante para o segmento produtor de ovos, já que os preços do produto, em janeiro, recuaram mais de 16% em relação ao mês anterior, além de baixarem a níveis que não eram observados desde meados de 2015.

Aparentemente o susto valeu, pois o setor produtivo readequou-se à demanda (ainda restrita) daquele momento. Tanto que, ainda em janeiro, o mercado passou a dar claros sinais de recuperação, o mês sendo encerrado com um preço médio 11% superior ao registrado no primeiro dia de negócios do ano. Mesmo assim prevaleceu, na média do mês, uma queda de 12% em relação a janeiro de 2017.

Com relação a fevereiro, o que mais se esperava era a não repetição do ocorrido um ano antes. Pois em fevereiro de 2017, após apresentar boa reação até meados do mês, o ovo viu seus preços refluírem na segunda quinzena.

Desta vez, porém, o processo ficou limitado à primeira parte. Ou seja: repetiu-se a boa reação que, no entanto, não se limitou à primeira metade do mês: estendeu-se à segunda quinzena. Assim, fevereiro foi encerrado com valor pelo menos um terço superior ao registrado no primeiro dia do mês.

Ainda assim – e como já havia ocorrido em janeiro – prevaleceu, no mês, um preço menor que o alcançado um ano antes. A redução, neste caso, superou os 15% e se repetiu pelo quarto mês consecutivo.

De toda forma, o valor médio alcançado em fevereiro ficou 32% acima do alcançado no mês anterior e correspondeu, nominalmente, ao maior valor dos últimos cinco meses.

Já o valor médio do primeiro bimestre de 2018 (mostrado abaixo no gráfico à direita) permanece 14% aquém do valor alcançado no mesmo bimestre de 2017 e, comparativamente aos totais anuais de exercícios anteriores apresenta, também nominalmente, o menor valor dos últimos três anos.







NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS












NOTÍCIAS MAIS LIDAS
5 dias
30 dias
NOSSOS PARCEIROS
REVISTA ONLINE
Receba as melhores informações sobre avicultura por e-mail.
Nome:
E-mail: