Revista do Avisite
Revista do Ovo
Encartes Especiais
Notícias
Clippings
AviGuia
AviSite
OvoSite
Trabalhos Técnicos
Agenda
Cobertura
Legislação
Banco de Currículos
Relatórios
Busca Avançada
Contato
Anuncie
Patrocinadores
Quarta-feira, 22/01/2020
Siga-nos:
Trabalhos Técnicos
-->
CIÊNCIA & TECNOLOGIA - Trabalhos Técnicos

Saúde Avicola

Identificação e Caracterização de Genes na Musculatura Peitoral de Duas Linhagens de Frangos (Corte e Postura)

H.J. Alves M.L. Marchesin M. Patrício M.C. Ledur L.L. Coutinho INTRODUÇÃO As EST (Expression Sequence Tags) são seqüências parciais das extremidades de fragmentos de cDNA (DNA complementar). O estudo dessas seqüências é um eficiente método para se obter dados de expressão gênica de um tecido. Há informação suficiente nas 200-400 bases de nucleotídeos seqüenciados para a identificação preliminar de cDNAs, permitindo estabelecer os genes expressos em um tecido (1,2). Dessa forma, neste estudo foi possível identificar quais genes estão sendo expressos na musculatura peitoral das linhagens analisadas. Os genes presentes na musculatura peitoral podem fornecer informações importantes na determinação do crescimento muscular e qualidade da carne. MATERIAL E MÉTODOS Este experimento foi realizado no Laboratório de Biotecnologia Animal ESALQ/USP, Piracicaba-SP. Ovos, provenientes das linhagens TT (corte) e CC (postura), EMBRAPA – Suínos e Aves foram incubados (38 ºC) para a obtenção de embriões de 9 e 17 dias. Foram utilizadas também aves de 1 e 21 dias de idade. Amostras do tecido peitoral das aves foram utilizadas para extração de RNA total e síntese de cDNA, que foi empregado na construção das bibliotecas. Foram construídas três bibliotecas de cDNA, duas na fase embrionária (embriões com 9 e 17 dias de incubação) e uma na fase adulta (aves de 1 e 21 dias de idade). CEBT – fase embrionária, linhagem TT; CCBT – fase adulta, linhagem TT; CEBC – fase embrionária, linhagem CC; As seqüências geradas foram analisadas com os programas de bioinformática disponíveis (Phred/Phrap/Cap3), utilizadas para a montagem das seqüências consenso e comparadas às seqüências disponíveis no GenBank utilizando o programa BLAST. Os possíveis genes identificados neste estudo foram classificados em 24 categorias propostas pelo TIGR/EGAD. RESULTADOS E DISCUSSÃO Foram seqüenciados 6247 clones provenientes das três bibliotecas construídas. Após a análise de qualidade (Phred), onde foram selecionadas somente as que apresentavam a partir de 200 bases com qualidade >20, 4485 foram válidas. A análise das seqüências permitiu a identificação de 3626 possíveis genes na musculatura peitoral das aves. Os resultados da classificação das seqüências podem ser visualizados na Tabela 1. CONCLUSÕES Foi possível gerar um banco com 3626 possíveis genes de musculatura peitoral de Gallus gallus. As seqüências geradas neste estudo podem ser utilizadas na construção de mapas comparativos entre espécies, bem como servir de subsídio para estudos de expressão de genes envolvidos na musculatura peitoral de aves. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ADAMS MD, KELLY JM, GOCAYNE JD. et al. Science;252:1651-1656, 1991. HATEY F, TOSSER-KLOPP G. CLOUSCARD-MARTINATO C. et al. Genet. Sel. Evol.; 30:521-541, 1998. Apoio financeiro: FAPESP, EMBRAPA


Saúde Avicola









































Ir para a página:  1   2   Próxima >>

CATEGORIAS

Administração, Economia, Planejamento e Política Avícola (10)

Ambiência (27)

Equipamentos (3)

Estrutiocultura (2)

Genética (1)

Incubação (9)

Manejo (31)

Meio Ambiente (1)

Nutrição (67)

Outras Áreas (31)

Produção (18)

Saúde (3)

Saúde Avicola (68)

REVISTA ONLINE

Receba as melhores informações sobre avicultura por e-mail.
Nome:
E-mail: