Revista do Avisite
Revista do Ovo
Encartes Especiais
Notícias
Clippings
AviGuia
AviSite
OvoSite
Trabalhos Técnicos
Agenda
Cobertura
Legislação
Banco de Currículos
Relatórios
Busca Avançada
Contato
Anuncie
Patrocinadores
Quarta-feira, 11/12/2019
Siga-nos:
Trabalhos Técnicos
-->
CIÊNCIA & TECNOLOGIA - Trabalhos Técnicos

Outras Áreas

Estudo da cinética de proteínas de fase aguda e imunoglobulinas de aves de postura experimentalmente infectadas com Salmonella enterica sorovar Gallinarum1

Kleber Ormande Garcia2, Vânia Maria Cristina Alves Galdino2, Oliveiro Caetano de Freitas Neto2, André Marcos Santana3, Ângelo Berchieri Júnior4, José Jurandir Fagliari5 Resumo: O emprego de exames laboratoriais é fundamental para o entendimento da fisiopatogenia de doenças infecciosas, dentre elas o tifo aviário, doença causada por Salmonella Gallinarum. O objetivo do presente trabalho foi avaliar o proteinograma sérico de aves inoculadas com Salmonella Gallinarum, de modo a analisar a cinética das proteínas de fase aguda e imunoglobulinas a fim de melhor compreender a fisiopatogenia da enfermidade. Foram utilizadas 180 pintainhas de postura distribuídas em três grupos (G); G1 e G2 receberam, diretamente no papo, 0,2 mL de inóculo contendo 3,3x108 UFC e 3,3x105 UFC de SG resistente ao ácido nalidíxico (Nalr)/mL, respectivamente. As aves do G3 não receberam inóculo. A eutanásia foi realizada 24h antes (M1) e 24h após a infecção (M2), bem como aos 3 (M3), 5 (M4), 7 (M5) e 10 (M6) dias após a administração do inóculo. O proteinograma sérico foi obtido utilizando-se eletroforese em gel de poliacrilamida contendo dodecil sulfato de sódio (SDS–PAGE). Os dados foram submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste Tukey (P<0,05). A eletroforese mostrou elevação dos teores séricos de ceruloplasmina, haptoglobina e hemopexina e decréscimo dos teores séricos de transferrina em aves infectadas quando comparadas com aves sadias. Concluindo, os resultados do estudo deram suporte à compreensão da cinética das proteínas de fase aguda e das imunoglobulinas no decorrer da infecção, auxiliando no entendimento da fisiopatogenia do tifo aviário. Para ver o trabalho completo clique aqui 1FAPESP - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo 2Pós Graduandos do Departamento de Patologia Veterinária, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Campus de Jaboticabal - Unesp (FCAVJ-Unesp), rua Manoel Lacerda, 60 Jd. Bela Vista-Aparecida, Jaboticabal - SP, 14883-222 e-mail para contato: klebergarcia7@hotmail.com 3Pós Graduando do Departamento de Clínica e Cirurgia Veterinária, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias Campus de Jaboticabal – Unesp (FCAVJ-Unesp) 4Professor titular do Departamento de Patologia Animal, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Campus de Jaboticabal – Unesp (FCAVJ-Unesp) 5Professor Adjunto do Departamento de Clínica e Cirurgia Veterinária, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias Campus de Jaboticabal – Unesp (FCAVJ-Unesp)


Outras Áreas































CATEGORIAS

Administração, Economia, Planejamento e Política Avícola (10)

Ambiência (27)

Equipamentos (3)

Estrutiocultura (2)

Genética (1)

Incubação (9)

Manejo (31)

Meio Ambiente (1)

Nutrição (67)

Outras Áreas (31)

Produção (18)

Saúde (3)

Saúde Avicola (68)

REVISTA ONLINE

Receba as melhores informações sobre avicultura por e-mail.
Nome:
E-mail: