Revista do Avisite
Revista do Ovo
Encartes Especiais
Notícias
Clippings
AviGuia
AviSite
OvoSite
Trabalhos Técnicos
Agenda
Cobertura
Legislação
Banco de Currículos
Relatórios
Busca Avançada
Contato
Anuncie
Patrocinadores
Quarta-feira, 11/12/2019
Siga-nos:
Trabalhos Técnicos
-->
CIÊNCIA & TECNOLOGIA - Trabalhos Técnicos

Outras Áreas

Descarga Zero nos Tanques de pré-resfriamento de carcaça de aves.

Jamur Gerloff2 e Humberto Gracher Riella1 2M. Sc. Eng. Químico, Eng. de Segurança do Trabalho e Gerente de Engenharia da INTECH atualmente aluno do curso de Doutorado da UFSC - Av. Patrício de Andrade Ed. Ilha de São Miguel 505, Apt. 204 B Bairro Abraão Florianópolis - SC CEP 88085-150 Fone 048 9922 3332 email: jamurg@pop.com.br; jamurg@intech.bz; jamur.gerloff@myhimax.com.br
1Prof. e pesquisador do Curso de Mestrado e Doutorado em Engenharia Química da UFSC - Campus Universitário, Trindade C.P. 476, Florianópolis, SC, Brasil CEP 88.040-900 - riella@enq.ufsc.br;
O processo de recuperação da água descartada segue conceitualmente o processo de remoção de material particulado, remoção de material dissolvido e remoção de material microbiológico por efeitos físicos de germicidas. (conforme figura II)

Figura II - Fluxograma do processo proposto e modelo de tratamento proposto pelo estudo

O estudo caracterizou a água descartada do resfriamento de carcaças de frango e elaborou uma curva característica do comportamento do processo dentro das análises químicas partindo-se do RIISPOA como conceito dos limites técnicos a serem verificadas e as performances a serem atingidas como padrões de potabilidade para fins industriais específicos. O emprego de uma micro peneira, após um tratamento físico químico para redução de material disperso no efluente, e uma posterior de germinação com emprego de sistemas de lâmpadas ultravioletas associado a adição de cloro suficiente para atender aos requisitos normativos e promover o efeito residual germicida, foi objetivamente o modelo de trabalho adotado. "Trata-se de um assunto muito atual e meu desejo é que ele saia do laboratório e seja colocado em prática se conseguirmos mudar o RIISPOA que ainda restringe a presente tecnologia por desatualização frente as novas tecnologias oferecidas", finaliza Jamur e Dr Humberto Os ensaios realizados pela pesquisa nos testes de coagulação-floculação foram realizados em teste de jarros. Adicionaram-se a cada um dos jarros. Conforme figura IV. Após a obtenção de flocos estáveis no ensaio de jarros se encaminhou as mesmas para o 1 laboratório de análises para avaliação do rendimento na redução de carga. Sempre descartando o sobrenadante flotado e o floco sedimentado. Foram realizadas 3 exposições contínuas para a lâmpada Ultravioleta, pelos períodos de: 30 segundos, 1 minuto e 3 minutos. Conforme figura V onde visualizamos o fluxograma do presente procedimento. Os itens químicos e microbiológicos avaliados correspondem aos padrões de interesse do RIISPOA Art. 62 que caracteriza os limites para os padrões de potabilidade para emprego da água de chiller de carcaças de frangos. Na presente tabela II pode se observar os seguintes pontos: O item m será atingido uma vez que com a reintrodução da água após o sistema de tratamento físico químico e de germinação se efetuará dosagem de cloro dentro dos parâmetros exigidos pelo art. 62. O item i será atingido se houver emprego de um equipamento denominado corriqueiramente como abrandador no processo uma vez que o programa químico empregado incorporou em 40% em referência aos valores de controle do Art. 62 do RIISPOA. O item q também se encontra com valores elevados no efluente bruto típico da água de captação. O programa químico do teste de jarros dobrou sua presença na água alimentada. Podem-se oportunizar duas linhas de trabalho para solucionar a redução presencial deste componente químico: 1) Utilizar coagulantes isento de magnésio 2) Emprego de abrandador com resinas de alta especificidade para o Magnésio. Os ensaios de exposição a lâmpada Ultra Violeta da água clarificada oriunda do teste de jarros apresentou valores adequados para o item a e o item b do artigo 62 do RIISPOA e, portanto apenas o tratamento físico químico e a exposição por 3 minutos com a lâmpada Ultravioleta é o suficiente para atender os parâmetros microbiológicos. Concluindo o processo de recuperação completa da água descartada do chiller de carcaça de frangos é perfeitamente viável tecnicamente de acordo com a metodologia proposta de forma a viabilizar as propriedades químicas e microbiológicas exigidas pela atual legislação e quesitos de fiscalização proposto pelo RIISPOA artigo 62 no qual o presente estudo foi testado. De forma que fica confortável proporcionar a possibilidade para industria reutilizar a água descartada do tanque de resfriamento de carcaças de frango e assim proporcionar a economia tanto em energia como nossas reservas de água potáveis cada vez mais disputadas.
LITERATURA APHA. Standard methods for the examination of water and wastewater. 20 ed. Baltimore, Maryland: American Public Health Association (APHA), American Water Works Association (AWWA), Water Environment Federation (WEF), 1998. RIISPOA - REGULAMENTO DA INSPEÇÃO INDUSTRIAL E SANITÁRIA DE PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL, MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO. MAPA. Disponível em: www.agricultura.gov.br . Acesso em: 12 dez. 2007. METCALF; EDDY (1995). Wastewater Engineering: treatment disposal and reuse. MCGRAW Hill, New York.

Para ver o trabalho completo clique aqui


Outras Áreas































CATEGORIAS

Administração, Economia, Planejamento e Política Avícola (10)

Ambiência (27)

Equipamentos (3)

Estrutiocultura (2)

Genética (1)

Incubação (9)

Manejo (31)

Meio Ambiente (1)

Nutrição (67)

Outras Áreas (31)

Produção (18)

Saúde (3)

Saúde Avicola (68)

REVISTA ONLINE

Receba as melhores informações sobre avicultura por e-mail.
Nome:
E-mail: