Revista do Avisite
Revista do Ovo
Encartes Especiais
Notícias
Clippings
Informativo Semanal
Informativo Diário
AviGuia
AviSite
OvoSite
Trabalhos Técnicos
Agenda
Cobertura
Legislação
Banco de Currículos
Relatórios
Busca Avançada
Contato
Anuncie
Patrocinadores
Quinta-feira, 21/11/2019
Siga-nos:
Trabalhos Técnicos
-->
CIÊNCIA & TECNOLOGIA - Trabalhos Técnicos

Saúde Avicola

Controle da Infecção por Salmonella Enteritidis em Frangos de Corte com Ácidos Orgânicos e Mananoligossacarídeos

Setembro 2007 CRONTOL OF THE INFECTION CAUSED BY SALMONELLA ENTERITIDIS WITH ORGANIC ACIDS AND MANNANOLIGOSACCHARIDES IN CHICKEN RAISED TO BE SLAUGHTERED Joana Darc Lopes Bassan¹ Maristela Lovato Flôres² Taiane Antoniazzi² Eloisa Bianchi² Javier Kuttel³ Mauro Felin³ ¹ Programa de Pós-graduação em Medicina Veterinária – Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Santa Maria, RS, Brasil. Francisco Crossetti, 355/ Aptº 202, 97050-210, Santa Maria, RS Brasil. E-mail: joanabassan@yahoo.com.br. Autor para correspondência. ² Departamento de Medicina Veterinária Preventiva (DMVP), Laboratório Central de Diagnóstico de Patologias Aviárias, UFSM, Santa Maria, RS, Brasil. ³ Empresa Vetanco do Brasil, Chapecó, SC, Brasil. RESUMO O objetivo do presente trabalho foi avaliar a ação de dois ácidos orgânicos (ácido fórmico e ácido propiônico) e de um mananoligossacarídeo (MOS) adicionados à dieta no controle da infecção intestinal por Salmonella Enteritidis (SE) em frangos de corte. Neste estudo de 39 dias foram utilizadas 180 aves, de um dia de idade, de linhagem Cobb, misto, lote livre de SE, divididos em seis tratamentos (T) com 30 animais cada, onde: T1 (dieta e ausência de infecção), T2 (dieta + ácidos orgânicos e ausência de infecção), T3 (dieta + ácidos orgânicos + MOS e ausência de infecção), T4 (dieta + ácidos orgânicos e infecção com SE), T5 (dieta + ácidos orgânicos + MOS e infecção com SE) e T6 (dieta e infecção com SE). Após o alojamento, a cama foi desafiada no 4º dia com SE e a cada 7 dias cinco aves por grupo, foram sacrificadas por deslocamento cervical, necropsiadas e realizados os exames bacteriológicos para SE, utilizando-se fezes coletadas sobre a cama de maravalha dos grupos, e das tonsilas cecais dos animais necropsiados. No 18º dia houve redução da infecção em 40% nos tratamentos T4 e T5; no 25º dia, a redução foi de 60% no T4 e 80% no T5; no 32º dia 100% das amostras testadas foram negativos em ambos os tratamentos. Constatou-se que o T6 foi 100% positivo até o 32º dias, e no 39º dia reduziu em 20% o número de animais infectados. Os ácidos orgânicos e o mananoligossacarídeo adicionados à dieta, testados no presente trabalho, foram eficientes no controle da infecção por SE nas aves testadas. Palavras-chave: Salmonella Enteritidis, frango de corte, ácidos orgânicos, mananoligossacarídeo, dieta, profilaxia e bacteriologia. Para ver o trabalho completo clique aqui


Saúde Avicola









































Ir para a página:  1   2   Próxima >>

CATEGORIAS

Administração, Economia, Planejamento e Política Avícola (10)

Ambiência (27)

Equipamentos (3)

Estrutiocultura (2)

Genética (1)

Incubação (9)

Manejo (31)

Meio Ambiente (1)

Nutrição (67)

Outras Áreas (31)

Produção (18)

Saúde (3)

Saúde Avicola (68)

REVISTA ONLINE

Receba as melhores informações sobre avicultura por e-mail.
Nome:
E-mail: