Revista do Avisite
Revista do Ovo
Encartes Especiais
Notícias
Clippings
AviGuia
OvoSite
Trabalhos Técnicos
Agenda
Legislação
Busca Avançada
Contato
Anuncie
Patrocinadores
Terça-feira, 28/01/2020
Siga-nos:
Trabalhos Técnicos
-->
CIÊNCIA & TECNOLOGIA - Trabalhos Técnicos

Nutrição

Suplementação de Carboidratos em Ovos Leves Sobre Eclodibilidade, Mortalidade Embrionária e Peso de Pintos de Corte ao Nascer

Julho 2007 RA Leitão1, NSM Leandro2, JH Stringhini 2, MB Café 2, MA Andrade 3, LF Reis 4 1 Centro Federal de Educação Tecnológica de Uberaba, MG, Brasil 2 Departamento Produção Animal da EV/UFG. Goiânia, GO, Brasil 3 Departamento de Medicina Veterinária Preventiva da EV/UFG, Goiânia, GO, Brasil 4 Aluno de graduação da EV/UFG. Goiânia, GO, Brasil Introdução Pintos oriundos de ovos leves podem apresentar dificuldades na eclosão e limitações no desempenho (1). No final da incubação, a exigência do embrião por glicose é elevada, devido a necessidade de gerar energia para a eclosão (3). Pesquisadores têm desenvolvido trabalhos utilizando maltose e sacarose in ovo visando reduzir o uso das reservas de glicogênio do fígado e a depleção de proteína do músculo (2,3), o que permitiria maior eclodibilidade e peso ao nascer. Outro fator a ser estudado é o local da inoculação dessas substâncias no ovo, já que pesquisadores utilizam auxílio da ovoscopia para a inoculação (2,3) e em incubatórios industriais isso não seria possível. Objetivou-se determinar uma via de inoculação em ovos leves e o tipo de carboidratos, para aumentar a eclosão e o peso do neonato, através da suplementação em embriões no 16º dia de incubação. Material e Métodos O experimento foi desenvolvido na Escola de Veterinária da UFG. Os ovos foram provenientes de matrizes da linhagem Cobb, com 29 semanas de idade e peso médio de 56 g. Os ovos foram distribuídos em seis incubadoras num delineamento em blocos casualizados, com cinco tratamentos e 120 repetições, sendo blocado as incubadoras e cada ovo considerado uma parcela experimental. Aos 16 dias de incubação as cascas foram desinfetadas e perfuradas e as soluções inoculadas na cavidade alantóide com seringas descartáveis de 3 mL. Os tratamentos foram: ovo íntegro; ovo suplementado com 0,6 mL de solução (sol.) de glicose 72 g/L; suplementado com 0,6 mL de sol. de maltose 136 g/L; suplementado com 0,6 mL de sol. de sacarose 136 g/L; suplementado com 0,6 mL de sol. de glicose 72 g/L. Os carboidratos foram diluídos em solução NaCl - 0,9% no momento da inoculação. Em três tratamentos: suplementados com glicose, maltose e sacarose, a inoculação ocorreu cavidade alantóide utilizando o auxílio da ovoscopia, evitando assim lesionar o embrião. Em outro grupo suplementado com glicose a inoculação foi realizada atravessando a câmara de ar, simulando a máquina de vacinação industrial, sem auxílio da ovoscopia. Para analisar eclodibilidade e mortalidade embrionária em relação ao número de ovos férteis foi aplicado o teste de qui-quadrado. Para análise do peso do neonato utilizou-se o Procedimento GLM do SAS e as médias comparadas pelo teste de Tukey (P<0,05). Tabela 1. Frequência da mortalidade embrionária (ME) em n° de ovos, eclodibilidade (ECLO, %) peso dos pintos ao nascer (PN). * Médias com mesma letra não diferem pelo teste de Tukey (P<0,05). ** Qui-Quadrado (P<0,05). *** Número insuficiente de aves. Resultados e Discussão Os dados na Tabela 1 mostram diferença significativa (P<0,05) para eclodibilidade e entre a mortalidade embrionária antes e após a inoculação, sendo que o pior resultado foi quando a mesma foi realizada sem ovoscopia. É possível que a membrana cório-alantóide tenha sido lesionada pela agulha, comprometendo a absorção de oxigênio pelo embrião, levando-o a morte. Pintos oriundos de ovos suplementados com carboidratos in ovo atingiram maiores pesos ao nascer (P<0,05) em relação àqueles oriundos dos ovos íntegros, confirmando dados da literatura (3). Conclusão A suplementação de carboidratos in ovo proporcionou maior peso dos pintos ao nascer. A inoculação de glicose in ovo, no 16º dia de incubação, atravessando a membrana da câmera de ar pode matar o embrião. Agradecimento Á Perdigão Agroindustrial S/A, unidade Rio Verde-GO, pela doação dos ovos Bibliografia 1. OHTA Y, KIDD MP, ISHIHASHI T. Poultry Science 2001; 80:1430-36. 2. UNI Z, FERKET RP. USA n. 6592878 B2, 15 Jul. 2003. 3. UNI Z, FERKET RP, TAKO E, KEDAR O. Poultry Science 2005; 84:764-70


Nutrição









































Ir para a página:  1   2   Próxima >>

CATEGORIAS

Administração, Economia, Planejamento e Política Avícola (10)

Ambiência (27)

Equipamentos (3)

Estrutiocultura (2)

Genética (1)

Incubação (9)

Manejo (31)

Meio Ambiente (1)

Nutrição (67)

Outras Áreas (31)

Produção (18)

Saúde (3)

Saúde Avicola (68)

REVISTA ONLINE

Receba as melhores informações sobre avicultura por e-mail.
Nome:
E-mail: