Revista do Avisite
Revista do Ovo
Encartes Especiais
Notícias
Clippings
Informativo Semanal
Informativo Diário
AviGuia
AviSite
OvoSite
Trabalhos Técnicos
Agenda
Cobertura
Legislação
Banco de Currículos
Relatórios
Busca Avançada
Contato
Publicidades
Patrocinadores
Sábado, 23/03/2019
Siga-nos:
Trabalhos Técnicos
-->
CIÊNCIA & TECNOLOGIA - Trabalhos Técnicos

Saúde Avicola

Determinação dos Sorogrupos de Escherichia Coli Isoladas de Pintainhas

Março de 2007 GUASTALLI E. A L1.; BUIM M. R.1; GAMA N.M.S.Q.1; TOGASHI C.K2.; 1Unidade Laboratorial de Patologia Avícola, CAPTAA, Instituto Biológico, Av.Gaspar Ricardo, 1700, CEP17690-000, Bastos, SP, Brasil. E-mail: guastalli@biologico.sp.gov.br 2Apta Regional Alta Paulista, DDD/PRDTA/SAA, Adamantina, SP, Brasil. INTRODUÇÃO A colibacilose é o termo empregado para designar infecções causadas por E.coli. Na avicultura industrial é considerada uma das principais doenças, acarretando perdas econômicas elevadas. No trato digestivo das aves, a bactéria pode ser encontrada em concentrações acima de 106 UFC/g de fezes, sendo que 10 a 20% destas amostras são potencialmente patogênicas para os animais (FERREIRA e KNÖBL, 2000). Em pintinhos acometidos pela doença, o desenvolvimento é deficiente tornando-se aves refugo sendo geralmente eliminado do lote por não atingirem os índices zootécnicos. De modo geral, qualquer fator ambiental, nutricional ou infeccioso que possa lesar o epitélio respiratório, assim como aqueles que interfiram no sistema imunológico, podem tornar a ave susceptível à infecção por de E.coli patogênicas. Os principais sorogrupos relacionados com a colibacilose aviária são O1:K1, O2:K1, O36 e O78:K80, embora outros sorogrupos como O4, O6, O11, O21, O50, O88, O100, O119 e O152 possam ser isolados (MENÃO et al., 2002). No Brasil os sorogrupos mais prevalentes são: O2, O21, O36, O50, O78, O88, O119 e O152 (FERREIRA & KNÖBL, 2000). O objetivo deste trabalho foi determinar os sorogrupos de cepas de E.coli isoladas das aves com um dia de idade que são introduzidas nas granjas de postura comercial. MATERIAIS E MÉTODOS Dez aves foram aleatoriamente separadas no momento do recebimento das pintainhas na granja. Na Unidade Laboratorial de Patologia Avícola de Bastos, as aves foram necropsiadas e os órgãos (fígado) assepticamente colhidos, acondicionados em frascos estéreis e em seguida macerados, sendo enriquecidos com solução salina peptonada 1% tamponada (Difco 21805) e incubados a 37ºC/24 horas. Em seguida, as amostras foram semeadas em placas contendo ágar verde brilhante modificado – VBM (Difco 1880), ágar eosina azul de – EMB (Oxoid CM 069) e incubadas a 37ºC/24 horas. As colônias com as características de E.coli foram confirmadas pela série bioquímica. As cepas foram conservadas em ágar LB. Um total de 22 cepas de E.coli isoladas do fígado, coletadas de 15 lotes de aves. A determinação do sorogrupo foi realizada no Departamento de Microbiologia e Imunologia do Instituto de Biologia da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), sob a orientação do prof. Domingos da Silva Leite. RESULTADOS E CONCLUSÕES Em granjas destinadas a produção de ovos comerciais, as aves são recebidas com um dia de idade e devem chegar saudáveis, não devendo apresentar sinais de infecção por nenhum microrganismo, principalmente por E.coli, que pode causar onfalite, alta mortalidade e perdas econômicas elevadas. No entanto, podemos constatar através deste estudo, que as aves já chegaram infectadas por E.coli provenientes do incubatório, da matriz ou de contaminações secundárias como do meio ambiente e da casca de ovo. Entre as 22 amostras de Escherichia coli analisadas, foram identificados 14 sorogrupos: O1, O2, O5, O8, O15, O18, O22, O36, O64, O70, O75, O115, O132, O141. Foi observada uma diversidade de sorogrupos encontrados, constatando-se assim sorogrupos diferentes entre aves de um mesmo lote. Os sorogrupos O1, O2 e O36, freqüentemente encontrados em aves com colibacilose somaram 13,67% das amostras analisadas. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS FERREIRA, A.J.P.; KNÖBL,T. Colibacilose aviária. In: BERCHIERI JR., A.; MACARI, M. Doença das aves. Campinas, ed. Facta, 2000, p.197-207. MENÃO, M.C; FERREIRA, C. S.A; CASTRO, A. G. M et al. Sorogrupos de Escherichia coli isoladas de frangos com doença respiratória crônica Arquivos do Instituto Biológico, v.69, n.4, p-15-17, 2002.


Saúde Avicola









































Ir para a página:  1   2   Próxima >>

CATEGORIAS

Administração, Economia, Planejamento e Política Avícola (10)

Ambiência (27)

Equipamentos (3)

Estrutiocultura (2)

Genética (1)

Incubação (9)

Manejo (31)

Meio Ambiente (1)

Nutrição (65)

Outras Áreas (31)

Produção (18)

Saúde (3)

Saúde Avicola (67)

REVISTA ONLINE
Receba as melhores informações sobre avicultura por e-mail.
Nome:
E-mail: