sexta-feira, 1 de julho de 2022

Guerra na Ucrânia será dolorosa para setores alimentar e agrícola da UE

Acredita-se que a interrupção no comércio de grãos dure e esse será um grande desafio para os criadores em toda a Europa

A Europa não tem grãos suficientes para alimentar os animais mantidos em granjas e fazendas. E como a guerra na Ucrânia tende a aumentar, não há nenhum fornecedor substituto a ser encontrado em pouco tempo.

A invasão da Ucrânia pela Rússia terá sérios efeitos indiretos que podem ser “dolorosos” para os criadores da Europa e para todo o sistema alimentar europeu, alertou um alto funcionário da UE no Parlamento Europeu nesta semana.

“As consequências desta agressão russa terão um grande impacto em nosso setor agroalimentar e isso será doloroso. Mas temos que sofrer essa dor. Não há movimentos de navios dentro ou fora dos portos ucranianos no Mar Negro. Além disso, , a expectativa é a de que essa situação não mude pela razão muito óbvia de que há uma guerra em andamento”, disse Michael Scannell, representante do departamento de agricultura da Comissão.

A Rússia e a Ucrânia respondem conjuntamente por mais de 30% do comércio mundial de trigo e cevada, 17% do milho e mais de 50% do óleo de girassol, sementes e matérias-primas para alimentação animal. Todas as exportações da Ucrânia pararam devido à guerra, enquanto a Rússia é atingida por sanções internacionais, principalmente vindas da UE, EUA e de outros estados membros ou aliados da OTAN.

A esta altura, eurodeputados alemães começam a questionar se o sistema agrícola da UE é realmente sustentável neste novo contexto geopolítico:

“Podemos nos dar ao luxo de destinar 70% dos nossos cereais para a alimentação de porcos e aves? Temos que pensar em construir um sistema agrícola sustentável”, afirma o eurodeputado verde alemão Martin Hausling.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Notícias Relacionadas

Revista AviSite

NOSSOS PARCEIROS

Notícias Relacionadas

Últimas Notícias

Últimas Notícias



Busca por palavra chave ou data

Selecione a Data

Busca por palavra chave ou data

POR DATA:
OvoSite
PecSite
SuiSite

Revista AviSite

CONFIRA OS DESTAQUES DA NOSSA ULTIMA EDIÇÃO

destaque-06

FACTA WPSA-Brasil 2022

Temas como sustentabilidade, gestão de pessoas para melhorar o desempenho das aves, otimização de custo e seu impacto fizeram parte da agenda do evento. Página 84.

destaque-02

A evolução da seleção genética de frangos de corte

O melhoramento genético de frangos de corte teve início no fim da primeira metade do século passado, por meio de um processo de seleção simples, sem muita tecnologia. Página 44.

destaque-04

Sistema de Gestão e Mobilidade à frente da Agroindústria 4.0

Com a evolução e mobilidade dos dados, o cliente hoje pode estar em qualquer lugar e ter acesso às informações que estão sendo geradas para ele, uma vez que todas as pontas do processo possuem tecnologia em dispositivos móveis. Página 26.

destaque-05

Ferraz Parts: surge uma nova forma de produção de matrizes e capas de rolos para peletizadoras

Um novo setor, a mesma filosofia que consagrou a Ferraz Máquinas como a maior fabricante de equipamentos para rações animais do Brasil. Página 24.

destaque-07

Simpósio OvoSite aborda inovações na produção de ovos

O Simpósio OvoSite irá levantar as tendências para a comercialização no mercado interno e nas exportações para o setor. Página 88.

frango (93)

Com crescimento nas exportações de carne de frango, Brasil se mantém como maior exportador da proteína

Apenas em 2021 foram embarcadas 4,610 milhões de toneladas representando um montante de US$ 7,6 bilhões (FOB).  Página 30.

destaque-03

Melhoramento Genético Holístico

A produção de carne deve aumentar em 44 milhões de toneladas métricas até 2030, com 52% desse aumento representado pela avicultura. Página 50.

destaque-01

Entrevista: Ariel Mendes

Se falarmos em avicultura o nome de Ariel Mendes sempre estará em pauta, afinal, são mais de 40 anos dedicados ao setor, seja transmitindo conhecimento por meio de aulas ou à frente das principais entidades avícolas do país. Página 38.