sexta-feira, 12 de agosto de 2022

Evonik está próxima da neutralidade de carbono na produção de Biolys em Castro, no Paraná

A certificação TÜV Rheinland confirma a baixa emissão de carbono na produção de Biolys®, uma fonte de lisina com a menor pegada de carbono. Muito próximo da neutralidade de carbono, cada quilo de Biolys® produz 0,06kg CO2e

“Biolys, Sulfato de L-lisina, utilizado como aditivo na moderna nutrição animal e produzido na cidade de Castro, (PR) estabelece um novo benchmark com foco nas mudanças climáticas”, disse Miguel Menezes, responsável pela fábrica de Castro, que iniciou a produção do Biolys® em 2015. A fábrica foi construída estrategicamente ao lado de uma das plantas da Cargill, que fornece dextrose de milho, um ingrediente fundamental para a produção do Biolys®. Além disso, ambas as plantas estão localizadas em uma das maiores regiões produtoras de milho do Brasil, garantindo assim o substrato necessário para a produção do aminoácido. A produção da planta de Castro abastece o mercado sul-americano, o que reduz ainda mais a pegada de carbono na região, com significativa melhora do balanço ecológico.

“As Avaliações do Ciclo de Vida” (ACV), que mensuram os impactos ambientais de um produto ao longo de toda a sua vida, seguem a normativa ISO 14040, método comprovado para mensurar o impacto ambiental de um produto ao longo de todo o seu ciclo de vida, desde a matéria-prima até a produção, distribuição, uso e disposição”, explicou Michael Binder, responsável pelo Departamento de Sustentabilidade de Nutrição Animal. O fato da principal matéria-prima vegetal utilizada na produção do Biolys® ser proveniente de lavouras cultivadas pelo método tradicional e das rotas de transporte serem curtas, exerce um impacto muito positivo sobre a pegada de carbono na cadeia produtiva.

Além disso, “em Castro, pudemos adotar um processo de fabricação com biotecnologia de alta eficiência e livre de resíduos, técnica que a Evonik vem otimizando há décadas”, acrescentou Menezes. Adicionalmente, mais de 90% das exigências energéticas do processo são supridas por fontes de energia renováveis. Esses investimentos reforçam ainda mais o compromisso da planta de Castro com a produção sustentável do Biolys®.

Todos esses fatores, baseados em dados primários, foram incluídos na avaliação de ciclo de vida submetida em 2021 ao crivo da empresa alemã TÜV Rheinland para fins de certificação. As três principais declarações comprovadas sobre o Biolys® de Castro – próximo da neutralidade de emissão de gases de efeito estufa; utilização de 90% da energia de produção proveniente de fontes de renováveis; e processo livre de resíduos – também são utilizadas para diferenciar o produto no mercado e fornecer aos clientes uma opção comprovadamente sustentável. “É uma ótima maneira de nos diferenciarmos da concorrência”, disse Martin Steffan, Gerente de Produto Global do Biolys® na Evonik. Steffan acrescentou que a neutralidade de emissões para ajudar nas mudanças climáticas é um fator cada vez mais importante entre os principais fabricantes de aditivos para nutrição animal.

“Em Castro, mostramos o que é viável quando as condições são adequadas”, acrescentou Binder. “Isso nos oferece um modelo de otimização da pegada de carbono para aplicar em outros locais de produção ou produtos”, concluiu.

A Evonik continua trabalhando para atingir a neutralidade total em emissões de gases de efeito estufa na produção de Biolys® em Castro.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Notícias Relacionadas

Revista AviSite

NOSSOS PARCEIROS

Notícias Relacionadas

Últimas Notícias

Últimas Notícias



Busca por palavra chave ou data

Selecione a Data

Busca por palavra chave ou data

POR DATA:
OvoSite
SuiSite

Revista AviSite

CONFIRA OS DESTAQUES DA NOSSA ULTIMA EDIÇÃO

destaque-06

FACTA WPSA-Brasil 2022

Temas como sustentabilidade, gestão de pessoas para melhorar o desempenho das aves, otimização de custo e seu impacto fizeram parte da agenda do evento. Página 84.

destaque-02

A evolução da seleção genética de frangos de corte

O melhoramento genético de frangos de corte teve início no fim da primeira metade do século passado, por meio de um processo de seleção simples, sem muita tecnologia. Página 44.

destaque-04

Sistema de Gestão e Mobilidade à frente da Agroindústria 4.0

Com a evolução e mobilidade dos dados, o cliente hoje pode estar em qualquer lugar e ter acesso às informações que estão sendo geradas para ele, uma vez que todas as pontas do processo possuem tecnologia em dispositivos móveis. Página 26.

destaque-05

Ferraz Parts: surge uma nova forma de produção de matrizes e capas de rolos para peletizadoras

Um novo setor, a mesma filosofia que consagrou a Ferraz Máquinas como a maior fabricante de equipamentos para rações animais do Brasil. Página 24.

destaque-07

Simpósio OvoSite aborda inovações na produção de ovos

O Simpósio OvoSite irá levantar as tendências para a comercialização no mercado interno e nas exportações para o setor. Página 88.

frango (93)

Com crescimento nas exportações de carne de frango, Brasil se mantém como maior exportador da proteína

Apenas em 2021 foram embarcadas 4,610 milhões de toneladas representando um montante de US$ 7,6 bilhões (FOB).  Página 30.

destaque-03

Melhoramento Genético Holístico

A produção de carne deve aumentar em 44 milhões de toneladas métricas até 2030, com 52% desse aumento representado pela avicultura. Página 50.

destaque-01

Entrevista: Ariel Mendes

Se falarmos em avicultura o nome de Ariel Mendes sempre estará em pauta, afinal, são mais de 40 anos dedicados ao setor, seja transmitindo conhecimento por meio de aulas ou à frente das principais entidades avícolas do país. Página 38.