sexta-feira, 1 de julho de 2022

Cobb-Vantress destaca manejo para manter boas fertilidades de galos

Medições semanais de ganho de peso e uniformidade na distribuição de ração estão entre as ações mais importantes para atingir melhores resultados

Avaliar o ganho de peso de galos e a uniformidade na distribuição de ração semanalmente são pontos fundamentais para atingir melhores resultados em fertilidade, defendeu o médico veterinário e diretor Associado de Serviço Técnico da Cobb-Vantress no Pacto Andino, Luciano Keske, durante a palestra “Manejos para manter boas fertilidades nos machos” realizada em treinamento virtual organizado pela companhia para a equipe técnica e integrados da Cooperativa Lar.

Médico-veterinário e diretor Associado de Serviço Técnico da Cobb-Vantress no Pacto Andino, Luciano Keske

Durante o encontro, ele ainda destacou o papel fundamental de um bom alojamento para ter um arranque inicial de machos na formação de uma boa estrutura até as 12 semanas de idade, além da importância da multiplicação das células de Sertoli, que serão as responsáveis pela produção de espermatozoides na produção. “Precisamos trabalhar muito bem as seleções nas diferentes fases de vida do lote na recria porque elas impactam a boa uniformidade. Também vale lembrar do trabalho nos extremos de peso, não só dos leves, como também dos pesados, com suas particularidades de condução, pois tudo isso contribui com um resultado melhor”, disse o especialista.

De acordo com ele, é importante que o produtor esteja atento em manter bons estímulos de alimento entre as semanas 13 e 21, que é um período importante para a puberdade dos machos e o término da maturidade sexual”, avaliou salientando que “na produção comentamos como é importante “segurar” o peito dos machos entre 2,5 e 3″, pontuou o especialista que ainda alertou para a estratégia de retirar machos pesados e leves depois da semana 40 e introduzir machos novos, através de spiking, com pelo menos 30% de machos novos e todos juntos no mesmo box ressaltou na reunião que teve ainda a participação do gerente Regional da Cobb-Vantress no Paraná, Alex Friederich.

Gerente Regional da Cobb-Vantress no Paraná, Alex Friederich.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Notícias Relacionadas

Revista AviSite

NOSSOS PARCEIROS

Notícias Relacionadas

Últimas Notícias

Últimas Notícias



Busca por palavra chave ou data

Selecione a Data

Busca por palavra chave ou data

POR DATA:
OvoSite
PecSite
SuiSite

Revista AviSite

CONFIRA OS DESTAQUES DA NOSSA ULTIMA EDIÇÃO

destaque-06

FACTA WPSA-Brasil 2022

Temas como sustentabilidade, gestão de pessoas para melhorar o desempenho das aves, otimização de custo e seu impacto fizeram parte da agenda do evento. Página 84.

destaque-02

A evolução da seleção genética de frangos de corte

O melhoramento genético de frangos de corte teve início no fim da primeira metade do século passado, por meio de um processo de seleção simples, sem muita tecnologia. Página 44.

destaque-04

Sistema de Gestão e Mobilidade à frente da Agroindústria 4.0

Com a evolução e mobilidade dos dados, o cliente hoje pode estar em qualquer lugar e ter acesso às informações que estão sendo geradas para ele, uma vez que todas as pontas do processo possuem tecnologia em dispositivos móveis. Página 26.

destaque-05

Ferraz Parts: surge uma nova forma de produção de matrizes e capas de rolos para peletizadoras

Um novo setor, a mesma filosofia que consagrou a Ferraz Máquinas como a maior fabricante de equipamentos para rações animais do Brasil. Página 24.

destaque-07

Simpósio OvoSite aborda inovações na produção de ovos

O Simpósio OvoSite irá levantar as tendências para a comercialização no mercado interno e nas exportações para o setor. Página 88.

frango (93)

Com crescimento nas exportações de carne de frango, Brasil se mantém como maior exportador da proteína

Apenas em 2021 foram embarcadas 4,610 milhões de toneladas representando um montante de US$ 7,6 bilhões (FOB).  Página 30.

destaque-03

Melhoramento Genético Holístico

A produção de carne deve aumentar em 44 milhões de toneladas métricas até 2030, com 52% desse aumento representado pela avicultura. Página 50.

destaque-01

Entrevista: Ariel Mendes

Se falarmos em avicultura o nome de Ariel Mendes sempre estará em pauta, afinal, são mais de 40 anos dedicados ao setor, seja transmitindo conhecimento por meio de aulas ou à frente das principais entidades avícolas do país. Página 38.