domingo, 29 de maio de 2022

Castrolanda completa 70 anos com recorde de faturamento e foco na sustentabilidade

Uma história que nasceu da coragem, se fortaleceu na fé e se consolidou no trabalho: a Castrolanda completa, nesta terça-feira (30), 70 anos de fundação. A data registra a chegada dos primeiros grupos de imigrantes holandeses que vieram ao Brasil e deram início ao desenvolvimento da cooperativa em terras paranaenses.

Em sete décadas de atuação, a Castrolanda tem fundamentado o trabalho nos pilares da fé, educação e cooperação – princípios que compõem o tripé da imigração. A parceria entre clientes, colaboradores, cooperados e comunidade tem gerado resultados expressivos ao longo dos anos, que colocam a cooperativa entre as principais companhias do Brasil.

Os números são bastante satisfatórios: o acumulado anual até o mês de novembro traz um faturamento líquido de R$ 5 bilhões – um recorde para a história da Castrolanda. Com um mês para o fim do ano, o valor já ultrapassa em 16% o total faturado em 2020 – quando a cooperativa registrou R$ 4,3 bilhões acumulados.

O crescimento exponencial é reflexo de uma atuação fundamentada em valores, que permite que colaboradores, cooperados e todos os envolvidos na cadeia produtiva tenham suas demandas levadas à sério e tenham garantido o direito de pautar decisões coletivas. O resultado deste processo é o crescimento econômico da Castrolanda andando de mãos dadas com o desenvolvimento da comunidade, em uma relação em que todos ganham.

O último balanço anual da cooperativa traz o número de 1.053 cooperados ativos. São eles os principais responsáveis pela produção, concentrada em sete vertentes: grãos, suínos, batata, rações, sementes, ovinos e leite. Toda essa operação conta com o respaldo de mais 3,7 mil colaboradores, distribuídos nas 23 unidades da Castrolanda instaladas no Paraná e em São Paulo.

Planejamento estratégico

Diretor Executivo da cooperativa, Seung Lee considera bastante positivo os resultados parciais de 2021 e acredita que eles se tornaram realidade graças a um exemplar cumprimento do planejamento estratégico construído ainda em 2019. “A Castrolanda tem alicerces sólidos nos valores institucionais. Com objetivos bem definidos, aliado ao suporte de colaboradores e cooperados, a Castrolanda segue dia após dia em um caminho de sustentabilidade e estabilidade dos negócios”, explica.

Em 2020 o Horizonte – nome dado ao planejamento estratégico da cooperativa – preparou a companhia para se tornar ainda mais competitiva em sua área de atuação, apostando no redesenho de alguns processos que trouxeram mais agilidade e assertividade nas ações.

Razões para celebrar

Os números por si só mostram o tamanho da cooperativa e a sua importância para o cenário agropecuário brasileiro. Ainda assim, citar somente os valores financeiros não é suficiente para mostrar a grandeza da Castrolanda e o quanto ela representa para as pessoas envolvidas no ecossistema produtivo.

Pensando nisso foi lançada, ainda no início do ano, a campanha Razões Para Celebrar, com uma proposta que vem dando destaque a inúmeras ações da Castrolanda no âmbito institucional, social e sustentável. O cronograma teve início em março e segue até o mês de novembro, quando a cooperativa completa 70 anos de fundação.

“A Castrolanda possui uma história apaixonante e bastante emocionante, que nos remete à coragem dos nossos pioneiros holandeses. Toda essa força de trabalho e vontade de crescer, aliada ao cooperativismo que está enraizado nas nossas ações, nos trouxeram até aqui. É um orgulho fazer parte de um momento tão importante da cooperativa, principalmente olhando para tudo o que foi construído”, ressalta o presidente Willem Berend Bouwman.

Como forma de celebrar todo o trabalho de sete décadas, a Castrolanda homenageou personagens e contou histórias importantes do processo de construção e consolidação da cooperativa. Foram trabalhadas homenagens ao pioneirismo dos imigrantes holandeses e grandes histórias de cooperados e cooperadas que fizeram parte deste desenvolvimento construído ao longo dos anos.

Temas como sustentabilidade, responsabilidade social e a importância da cooperação também foram abordados em eventos on-line e conteúdos interativos que contaram com a participação de centenas de colaboradores e cooperados ao longo dos meses.

Para celebrar a chegada dos 70 anos, a Castrolanda prepara novidades. Uma delas é o reposicionamento de setores da cooperativa para o mercado, em uma ação que instituirá novas arquiteturas de marcas para as áreas de Sementes, Helpen, Fertilizantes, Empório, Nutrição e Energias Renováveis. O evento de lançamento, marcado para a manhã desta terça-feira (30), também marca a reinauguração do Memorial da Imigração Holandesa, como é chamado o Moinho de Vento da Castrolanda.

Os cooperados ainda participação de um momento exclusivo na Cidade do Leite, em um show fechado com a dupla Fernando e Sorocaba. A apresentação também será acompanhada, pela internet, pelos colaboradores da Castrolanda. Além do show, a noite será marcada pelo lançamento do livro ‘Castrolanda 70 anos: uma história de união, fé e cooperação’, que conta em detalhes de toda a trajetória da cooperativa. O autor é o jornalista Edson Lemos.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Notícias Relacionadas

Revista AviSite

NOSSOS PARCEIROS

Notícias Relacionadas

Últimas Notícias

Últimas Notícias

Busca por palavra chave ou data

Selecione a Data

Busca por palavra chave ou data

POR DATA:
OvoSite
PecSite
SuiSite

Revista AviSite

CONFIRA OS DESTAQUES DA NOSSA ULTIMA EDIÇÃO

revista01

Avicultura de corte brasileira chegou a novos e inéditos resultados em 2021

Revista do AviSite faz um balanço do ano de 2021 trazendo os números de alojamento de matrizes de corte, produção de pintos de corte, produção, exportação e disponibilidade de carne de frango e disponibilidade per capita aparente de carne de frango. Página 22.

revista02

Influenza Aviária: os reais perigos dos novos surtos de H5N1

Com o crescimento de casos da cepa H5N1 em todo o mundo, aumenta a preocupação em manter o Brasil livre da enfermidade. Portanto, especialistas alertam para a necessidade de manutenção dos programas de biosseguridade, avaliando potenciais fragilidades e mitigando riscos. Página 30.

revista03

Arroz é alternativa viável para reduzir custos de produção de suínos e aves

Estudos da Embrapa mostram que o arroz pode complementar ou substituir o milho na ração animal. Página 36.

Fotografias Noelly Castro

União Europeia sanciona lei que bane uso indiscriminado de antibióticos e estimula o bem-estar na criação animal

Brasil deve ser impactado em relação às vendas da avicultura. Expectativa é de efeito positivo em outros países, inspirando a modernização de leis que visem à promoção de sistemas mais éticos e sustentáveis e a mitigação dos riscos de resistência antimicrobiana. Página 56.

revista04

Terceira geração de selênio: L-SeMet, OH-SeMet ou Zn-SeMet, quais são as diferenças?

Estudos sugerem que a forma de selênio ofertada na dieta determina sua eficiência e, dessa maneira, influencia o atendimento do requerimento nutricional dos animais. Página 42.

Melina Bonato

Conceitos de imunonutrição aplicados a avicultura

Este conceito é entendido e aplicado à nutrição animal há bastante tempo, já que os conhecimentos nas áreas de nutrição, sanidade, manejo e ambiência são bastante avançados; no entanto, apenas há alguns anos, o termo “imunonutrição” vem sendo usado efetivamente. Página 46.

frango (88)

Superdosagem de fitase proporciona bons resultados para combater miopatias em frangos de corte

A necessidade de resolver o problema associado à alta incidência de distúrbios metabólicos, como miopatias, tem atraído enorme atenção do setor. Página 48.

frango (45)

Impactos da ocorrência de Bronquite, Laringotraqueíte e Influenza Aviária na produção avícola brasileira

As infecções virais impactam as condições fisiológicas das aves, podendo provocar mortalidade e/ou morbidade, levando a alterações dos parâmetros produtivos. Página 50.