Castrolanda completa 70 anos com recorde de faturamento e foco na sustentabilidade

Uma história que nasceu da coragem, se fortaleceu na fé e se consolidou no trabalho: a Castrolanda completa, nesta terça-feira (30), 70 anos de fundação. A data registra a chegada dos primeiros grupos de imigrantes holandeses que vieram ao Brasil e deram início ao desenvolvimento da cooperativa em terras paranaenses.

Em sete décadas de atuação, a Castrolanda tem fundamentado o trabalho nos pilares da fé, educação e cooperação – princípios que compõem o tripé da imigração. A parceria entre clientes, colaboradores, cooperados e comunidade tem gerado resultados expressivos ao longo dos anos, que colocam a cooperativa entre as principais companhias do Brasil.

Os números são bastante satisfatórios: o acumulado anual até o mês de novembro traz um faturamento líquido de R$ 5 bilhões – um recorde para a história da Castrolanda. Com um mês para o fim do ano, o valor já ultrapassa em 16% o total faturado em 2020 – quando a cooperativa registrou R$ 4,3 bilhões acumulados.

O crescimento exponencial é reflexo de uma atuação fundamentada em valores, que permite que colaboradores, cooperados e todos os envolvidos na cadeia produtiva tenham suas demandas levadas à sério e tenham garantido o direito de pautar decisões coletivas. O resultado deste processo é o crescimento econômico da Castrolanda andando de mãos dadas com o desenvolvimento da comunidade, em uma relação em que todos ganham.

O último balanço anual da cooperativa traz o número de 1.053 cooperados ativos. São eles os principais responsáveis pela produção, concentrada em sete vertentes: grãos, suínos, batata, rações, sementes, ovinos e leite. Toda essa operação conta com o respaldo de mais 3,7 mil colaboradores, distribuídos nas 23 unidades da Castrolanda instaladas no Paraná e em São Paulo.

Planejamento estratégico

Diretor Executivo da cooperativa, Seung Lee considera bastante positivo os resultados parciais de 2021 e acredita que eles se tornaram realidade graças a um exemplar cumprimento do planejamento estratégico construído ainda em 2019. “A Castrolanda tem alicerces sólidos nos valores institucionais. Com objetivos bem definidos, aliado ao suporte de colaboradores e cooperados, a Castrolanda segue dia após dia em um caminho de sustentabilidade e estabilidade dos negócios”, explica.

Em 2020 o Horizonte – nome dado ao planejamento estratégico da cooperativa – preparou a companhia para se tornar ainda mais competitiva em sua área de atuação, apostando no redesenho de alguns processos que trouxeram mais agilidade e assertividade nas ações.

Razões para celebrar

Os números por si só mostram o tamanho da cooperativa e a sua importância para o cenário agropecuário brasileiro. Ainda assim, citar somente os valores financeiros não é suficiente para mostrar a grandeza da Castrolanda e o quanto ela representa para as pessoas envolvidas no ecossistema produtivo.

Pensando nisso foi lançada, ainda no início do ano, a campanha Razões Para Celebrar, com uma proposta que vem dando destaque a inúmeras ações da Castrolanda no âmbito institucional, social e sustentável. O cronograma teve início em março e segue até o mês de novembro, quando a cooperativa completa 70 anos de fundação.

“A Castrolanda possui uma história apaixonante e bastante emocionante, que nos remete à coragem dos nossos pioneiros holandeses. Toda essa força de trabalho e vontade de crescer, aliada ao cooperativismo que está enraizado nas nossas ações, nos trouxeram até aqui. É um orgulho fazer parte de um momento tão importante da cooperativa, principalmente olhando para tudo o que foi construído”, ressalta o presidente Willem Berend Bouwman.

Como forma de celebrar todo o trabalho de sete décadas, a Castrolanda homenageou personagens e contou histórias importantes do processo de construção e consolidação da cooperativa. Foram trabalhadas homenagens ao pioneirismo dos imigrantes holandeses e grandes histórias de cooperados e cooperadas que fizeram parte deste desenvolvimento construído ao longo dos anos.

Temas como sustentabilidade, responsabilidade social e a importância da cooperação também foram abordados em eventos on-line e conteúdos interativos que contaram com a participação de centenas de colaboradores e cooperados ao longo dos meses.

Para celebrar a chegada dos 70 anos, a Castrolanda prepara novidades. Uma delas é o reposicionamento de setores da cooperativa para o mercado, em uma ação que instituirá novas arquiteturas de marcas para as áreas de Sementes, Helpen, Fertilizantes, Empório, Nutrição e Energias Renováveis. O evento de lançamento, marcado para a manhã desta terça-feira (30), também marca a reinauguração do Memorial da Imigração Holandesa, como é chamado o Moinho de Vento da Castrolanda.

Os cooperados ainda participação de um momento exclusivo na Cidade do Leite, em um show fechado com a dupla Fernando e Sorocaba. A apresentação também será acompanhada, pela internet, pelos colaboradores da Castrolanda. Além do show, a noite será marcada pelo lançamento do livro ‘Castrolanda 70 anos: uma história de união, fé e cooperação’, que conta em detalhes de toda a trajetória da cooperativa. O autor é o jornalista Edson Lemos.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine a nossa newsletter.

NOSSOS PARCEIROS

Notícias Relacionadas

Notícias Relacionadas

Últimas Notícias

Revista AviSite

Últimas Notícias

Busca por palavra chave ou data

Selecione a Data

Busca por palavra chave ou data

POR DATA:
OvoSite
PecSite
SuiSite

Revista AviSite

CONFIRA OS DESTAQUES DA NOSSA ULTIMA EDIÇÃO

revista-ferraz

A Ferraz é uma empresa familiar 100% nacional e que iniciou suas atividades no ano de 1970. Em seguida, começaram a fabricar pequenas fábricas de rações farelada para granjas de aves de postura e também suínos. Atualmente, fornecem plantas completas tanto para produção de rações fareladas, extrusadas de 400 Kg a 16 toneladas por hora, peletizadas de 400 Kg a 30 toneladas por hora.

Revista-ricardo

Ricardo Santin, afirma: “Produção nacional de carne de frango pode alcançar entre 14,100 e 14,300 milhões de toneladas neste ano, elevação de 3,5% em relação a 2020. No recorte das exportações, a ampliação do volume embarcado é ainda mais evidente: até 10%. Consumo per capita será de 46 quilos de carne de frango”.

revista-qima

QIMA/WQS foi fundada em 1993, oferecendo soluções para a indústria de alimentos do campo à mesa por meio de certificações reconhecidas pela GFSI (BRCGS, GLOBALG.AP, SQF, IFS), segurança de alimentos, auditorias éticas, selos de qualidade, inspeções, treinamento e gestão da cadeia de fornecimento. Atualmente com sede em Charlotte, Carolina do Norte, com filiais no Brasil e México, fornecem serviços em todo o mundo.

revista-pluma

A Pluma Agroavícola sempre se destacou no mercado pela evolução e crescimento acima da média. Hoje, com 22 anos de fundação, a empresa atua em oito estados do Brasil, sendo Paraná (com sua sede em Cascavel), Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Goiás, Pernambuco e Distrito Federal. Em 1999, quando a empresa foi fundada, eram apenas cinco funcionários; hoje, são mais de 2.300 colaboradores.

revista-cida

Duas datas muito importantes foram comemoradas nos meses de setembro e outubro ambas com forte relação com os segmentos de avicultura e suinocultura: O Dia Internacional da Conscientização sobre a Perda e o Desperdício de Alimentos (29/09) e o Dia Mundial da Alimentação (16/10) o qual faz alusão também a data de criação da Organização da Nações Unidas para alimentação e agricultura (FAO). Os setores avícola e suinícola conferem grande contribuição aos temas e trazem grandes benefícios a bem-estar população global e do planeta.

Revista-leandro

Sob a liderança da Ministra Tereza Cristina, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento tem trabalhado comprometido com a agenda de abertura, manutenção e ampliação de mercados para os produtos do agronegócio brasileiro. Como resultado abrimos desde janeiro de 2019 até o presente momento, 178 mercados para diferentes tipos de produtos.

revista-edicao-salmonelas

Alberto Back e Vânia Bernardes, do MercoLab Laboratórios LTDA, Cascavel PR publicam artigo na edição de dezembro da Revista do AviSite, em que afirmam que grande desafio atual é o controle das salmonelas paratíficas, que representam os outros quase 300 sorotipos que podem infectar as aves, além da Gallinarum e Pullorum. “
“Controle das salmonelas paratíficas exige conhecimento, ação integrada na cadeia, monitoramento, uso de produtos anti-salmonela (ácidos, probióticos, prebióticos, extratos vegetais…), uso de vacinas, cuidados de ambiência, manejo e biosseguridade”, afirmam.

Capturar-8

Quem se dedicou à tarefa de analisar os balanços das duas principais empresas do setor no segundo trimestre de 2021 deve ter notado que, embora fortes concorrentes entre si, ambas apresentaram pelo menos um argumento em comum para justificar os fracos resultados do período: o encarecimento do custo de produção naquele que, provavelmente, é o momento mais difícil e desafiante da economia e do consumidor brasileiro. Página 62.

Open chat
Cadastre-se para receber os Informativos