Produção

Pintos de corte em 2017: terceiro menor volume da década

Os dados finais da APINCO relativos à produção de pintos de corte no ano que passou mostra recuo do volume produzido em 10 dos 12 meses de 2017. Ainda assim, em um dos dois meses restantes, o aumento de produção foi apenas marginal (+0,08% em julho). Com tal comportamento, a produção total – pouco mais de 6,2 bilhões de cabeças – recuou 3,69% em relação ao ano anterior e acabou correspondendo ao menor volume anual dos últimos quatros anos. Aliás, na presente década (isto é, desde 2011), o volume de 2017 se encontra acima, apenas, do que foi produzido em 2012 e 2013. O ano de 2017 também ficará marcado como o segundo consecutivo em que houve recuo da produção anual – fato raro (senão inédito) na história do setor. Mas enquanto a queda de 2016 foi determinada pelos altos custos de produção (inviabilizaram a produção normal), a de 2017 foi reflexo dos escândalos que abalaram a indústria da carne e que, ao afetarem a demanda da carne de frango, implicaram em uma menor demanda de pintos de corte. É importante assinalar, no entanto, que mesmo com volumes menores que os de anos anteriores, a produção de carne de frango não foi proporcionalmente afetada, porquanto o setor produtivo registrou significativo aumento de produtividade. Aguardam-se novos detalhes a respeito, mas tudo indica que a produção de carne de frango apresentou no ano aumento no mínimo vegetativo. A ABPA estimou aumento de 1,2%.

(AviSite) (Redação)



Visite  www.avisite.com.br  - O Portal da Avicultura na Internet